PUB

10 prisões que mais se parecem com um campo de férias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Atenção, este não é um artigo a favor da máxima “O crime compensa”, mas convenhamos que há cadeias e cadeias. Estas mais parecem instâncias de férias. Ora confere a galeria:

10 – Her Majesty Prison Addiewell – Escócia

Esta não provavelmente uma prisão e sim um centro de reabilitação. Tem uma decoração modera, um aspecto limpo e confortável, longe da realidade uma prisão “à séria”. Com uma capacidade para 700 detidos, o espaço é destinado apenas a homens que tenha sido condenados ou que aguardem julgamento em prisão preventiva. Todos os detidos têm 40 horas de actividades por semana, por forma a facilitar a integração na sociedade após a libertação.

9 – Leoben Centro de Justiça – Áustria

Este mais se parece com um complexo de apartamentos de luxo. As paredes são de madeira e vidro anti-arrombamento e algumas células têm… varandas. As células para grupos de 15 pessoas incluem casa de banho privadas e uma cozinha comum. Já as de capacidade individual mais se parecem com kitchenettes. Imagina? Há ainda o facto dos prisioneiros poderem usar as suas próprias roupas. Uma medida justificada com a integração pós libertação, visto que dentro da cadeia tiveram uma vida “normal”.

8 – Arajuez – Espanha

Aranjuez é a única prisão no mundo com células para as famílias. As unidades espaçosas, apelidadas de “cinco estrelas” têm berços, personagens da Disney nas paredes e acesso a um parque infantil. A ideia é manter uma relação entre pais filhos o mais próxima possível, sem que as crianças tenham que encarar a dura realidade de uma prisão. Uma das crianças é Victor Manuel Lozano que vive com a mãe, assassina condenada, e o pai, traficante de drogas. Contudo a estadia das crianças só é permitida até as três anos.

7 – Champ-Dollon – Suíça

As condições de vida em Cham Dollon podem ser equiparadas a um hotel de três estrelas. Em cada célula podem viver até três homens e está equipada com mesas, prateleiras e outras conveniências além de incluir uma casa-de-banho privada.

6 – Pondok Bambu – Indonésia

Em Pondo Bambu é a classe que manda. Mobiliário de design, casa-rebanho privada, Karaoke, frigobar, AC e salão de beleza com direita a tratamentos de spa. Para ser encarcerado nesta prisão basta que tenha uma conta bancária recheada, além e ter cometido um crime, claro.

JVA Fuhlbuettel – Alemanha

Esta prisão reabilitada em 2011 foi concebida para ser “uma casa longe de casa”. Células espaçosas e cada uma inclui, cama, sofá, duche e santa. Os prisioneiros têm uma máquina para fazer as suas roupas e uma pequena sala de conferências.

4 – Sollentuna – Suécia

A única coisa que faz Sollentuna se parecer com uma prisão é o facto de que quem lá está não tem contacto directo com o exterior, porque no interior é como se de uma vida normal se tratasse. O conforto é a máxima, tem um ginásio, os presos podem cozinhar as suas próprias refeições, ver TV e ter um sofá privado.

3 – Bastoy – Noruega

Fundada em 1982, a prisão de Bastoy está localizada numa ilha e a paisagem é digna de um cartão postal. Esta é capaz de ser também a primeira prisão ecológica do mundo, com os detidos a viverem em cabanas de madeira e a trabalharem na fazenda da instituição. Televisões, cozinha, sala de estar e quartos individuais são as acomodações de cada cabana. Todos têm um trabalho, onde devem comparecer às 8h30, e nos tempos livres podem andar de cavalo, pescar, jogar ténis, fazer esqui, correr, nadar… sim a prisão tem uma praia privada.

2 – Cebu – Filipinas

Cebu não figura na lista pelas suas comodidades mas pela vida inusitada que oferece aos seus detidos. Além de cadeia Cebu é também um Centro de Reabilitação e nas suas várias actividades proporciona aulas de dança. Alguns vídeos das coreografias são até publicados no YouTube.

1 – Halden – Noruega

É claro que teria de haver um país nórdico nesta lista. Halden é uma prisão de segurança máxima, fundada m 2010 e criada para a reabilitação. Porque a maioria dos detidos acabará por um dia voltar para a sociedade, a prisão pretende espelhar o mundo exterior. Quartos com casas-de-banho privada com azulejos, mini-frigoríficos e LCD’s.

 

 

 

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB