Enganaram-te a vida toda, o orgasmo “vaginal” é um mito

A conclusão é de um estudo publicado na revista Clinical Anatomy: orgasmo vaginal, clitoriano ou mesmo ponto G são mitos.

O termo correcto a ser usado é “orgasmo feminino”. De acordo com o relatório, “a maioria das mulheres não atinge o orgasmo durante a penetração” e que o expoente máximo de prazer é relatado por elas como sendo um facto resultante da estimulação do clitóris.

O estudo afirma ainda que as descrições dos órgãos sexuais das mulheres estão erradas, como por exemplo, “o clitóris interno não existe porque todo o clitóris é um órgão externo”.

Há ainda a questão da ejaculação feminina, precoce e amplificação do ponto G, que ao que tudo indica são “termos sem base científica”.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O anúncio foi feito na página oficial da distribuidora Altafonte, que divulgou também alguns testemunhos dados pelos membros da Gang, primeiramente acerca do processo criativo da obra.
Na altura em que o programa Equal celebra 6 meses, o Spotify, a maior plataforma de áudio em streaming do mundo, elege Soraia Ramos como artista Equal de outubro em Portugal. Equal é uma iniciativa global que promove a igualdade de género, selecionando uma artista feminina todos os meses por cada mercado, maximizando a sua visibilidade e promovendo o seu crescimento na indústria através da plataforma.