Estudo: 500 mulheres revelam as 3 posições que mais lhes dão prazer

Não precisas de ter o Kama Sutra memorizado para que consigas que ela atinja o orgasmo durante o sexo. Na verdade, para que ela o atinja até nem precisas de ser muito criativo.

Foram entrevistadas para um estudo cerca de 500 mulheres sobre as posições sexuais que as levam até ao clímax mais vezes e o Top 3 que elas preferem são-te provavelmente muito familiares: Cowgirl ou mulher por cima (35%), Doggy Style ou de quatro (25%) e missionário ou o homem por cima (23%).

Vamos tentar perceber porque são estas as posições que elas mais gostam:

1. Cowgirl mh-sex-pos-cowgirl

Porque elas preferem: Deixa-a no controlo. Ela fica com o comando do ritmo e profundidade da penetração, alternando entre movimentações rápidas e lentas. A variedade dos movimentos ajudam  a estimular a parte frontal da vagina, que é a mais sensivel.

2. Doggy Stylemh-sex-pos-dogstyle

Porque elas preferem: A penetração por trás permite que a extremidade do pénis toque no cervix, que é preenchido por terminações nervosas. Movimenta-te gentil e suavemente.

3. Missionáriomh-sex-pos-mission

Porque elas preferem: É intimo: podem olhar-se nos olhos e maximizar o contacto pele com pele. Ela também vai gostar da fricção da tua pélvis sobre o clitóris dela.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.