Solaria, o super smartphone Android que custa 14 mil USD

Os laboratórios Sirin, em Israel, produziram um smartphone Android, ultra seguro, com revestimento em titânio, que custa cerca de 14 mil USD.

Intitulado de Solarin, este aparelho permite-te alternar entre o telemóvel Android regular e uma ferramenta de comunicação militar bloqueada. Quando estás no modo verde e branco, com segurança de 8-bit, as características essenciais estão disponíveis e ambas, chamadas e sms estão criptografadas. Os teus dados estão protegidos por criptografia AES de 256 bits, com um back up de segurança Zimperium e Koolspan e ainda tem um serviço que controla a segurança do teu telemóvel para avisar-te de possíveis ataques.

Quando não estás neste modo “James Bond”, é apenas o teu smartphone Android comum. Um chip Snapdragon 810, com 4 GB de RAM, providencia energia e também 120 GB de armazenamento interno, ele apresenta uma câmera Sony de 23.8 megapixels com flash quad-LED como padrão.

Tem sido comercializado a pessoas que estão preocupadas com as suas chamadas e sms estarem a ser vigiadas, principalmente pesos pesados da indústria, celebridades e outros jet-setters ridiculamente ricos. Contudo, actores de Hollywood como Leonardo DiCaprio e Tom Hardy foram vistos no lançamento do telemóvel. Na essência, é o primeiro smartphone do mundo projectado especificamente para manter os dados seguros e longe do escrutínio. E convenhamos que, para eles, 14 USD não é nada.

 

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
Mynda Guevara já tinha-nos avisado que tem imensos trabalhos escritos e gravados, prontos a serem lançados. Na altura em que a entrevistá-los, disse-nos que estava só à espera para gravar alguns videoclipes e dar início ao lançamento dos primeiros singles.
E agora, Jimmy P, irá lançar no próximo dia 1 de outubro, o EP, onde mostra uma linguagem musical diferente por parte do artista.
Nesta quinta edição, o programa pretende selecionar dez promotores de projetos de base tecnológica, que irão representar Cabo Verde no referido evento.