Coconuts em Maputo recebeu realeza do hip hop moçambicano

Este fim-de-semana, o espaço nocturno Coconuts, em Maputo, recebeu o Dumskie, um dos maiores eventos do ano a nível de hip hop.

O evento foi organizado pelos Os Primos, da label Same Blood, e contou com a participação de 20 artistas.

A animação na mesa de mistura esteve a cargo de Dj Lelo e no palco, além dos artistas da Same Blood, estiveram presentes Pizza and Pineapple, Luar, Mindtigalo e Ghost, Azagaia, que abriu o show, Duas Caras, Aka e por último Bander.

Estes artistas entraram como convidados surpresa para cantar as músicas em que eles participam no projecto Same Blood.

De acordo com a organização, a escolha do nome foi fácil visto que Dumskie significa festa.

 

Sílvia Panguane
Sílvia Panguane
Sílvia Panguane, 39 anos, mãe, jornalista, digital specialist. Uma pessoa em constante reinvenção e cuja loucura, por vezes, não tem medida.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
A escritora e primeira romancista moçambicana Paulina Chiziane sagrou-se vencedora da 33ª edição do maior prémio da literatura portuguesa, designada "Camões". Oito anos depois, o prémio, avaliado em 100 mil euros, volta a Moçambique.
Este ano, o evento corporizou uma forma de disseminar oportunidades junto de jovens negros e introduziu, assim, uma verdadeira mudança de paradigma no setor têxtil português. Foram vários os talentos africanos que pisaram a passerele. A locomotiva que deu origem a este acontecimento foi a parceria realizada entre o Lulubell Group, a African Export-Import Bank e a ANJE (National Association of Young Entrepreneurs).
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.