Dad bod, elas preferem os homens com uns quilos a mais

Segundo nos conta a ciência, um homem com o famoso corpo de Dad bod, ou seja, aquele que tem uns quilos extra e com uma barriga proeminente, é mais atraente para as mulheres, vive mais tempo e tem melhores relações com os seus filhos.

Richard Bribiescas, professor de antropologia na Universidade de Yale, EUA, diz que muitos homens nesta situação são muito mais saudáveis que os homens nos seus 20 ou 30 anos. Na sua pesquisa, o professor adianta ainda que passam os genes de melhor forma, são muito mais requisitados pelo sexo oposto e têm menos probabilidade de contrair cancro na próstata e de sofrer ataques cardíacos.

O estudo, que foi publicado pelo Newsweek e que esteve ainda na base do livro Como os Homens Envelhecem, acrescentou que um Dad Bod opta por passar ainda mais tempo com os filhos, sem ter necessidade de procurar pelo sexo feminino.

Tendo em conta este estudo, podes ficar descansado, senão és propriamente um Arnold Schwarzenegger ainda há esperança porque afinal elas também gostam de um Leonardo Dicaprio ou de um Adam Sandler.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
A escritora e primeira romancista moçambicana Paulina Chiziane sagrou-se vencedora da 33ª edição do maior prémio da literatura portuguesa, designada "Camões". Oito anos depois, o prémio, avaliado em 100 mil euros, volta a Moçambique.
Este ano, o evento corporizou uma forma de disseminar oportunidades junto de jovens negros e introduziu, assim, uma verdadeira mudança de paradigma no setor têxtil português. Foram vários os talentos africanos que pisaram a passerele. A locomotiva que deu origem a este acontecimento foi a parceria realizada entre o Lulubell Group, a African Export-Import Bank e a ANJE (National Association of Young Entrepreneurs).
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.