Jack Nkanga

Jack Nkanga apresenta-nos A’mosi J. Label

Jack Nkanga está de passagem por Lisboa, onde subiu ao palco do B.Leza, conhecida casa africana ao lado do rio Tejo, em Lisboa. Estivemos à conversa com o artista do Konono, sobre o EP Oops!, que já passou por Portugal, França, Estados Unidos, Itália, Espanha, Israel, Brasil, entre outros países, e uma nova identidade que nos irá ser apresentada brevemente.

Candidato ao prémio Le Rêve African, em Paris, Jack é um artista eclético que divaga pelas sonoridades do funk, rock, soul e do konono, um género musical dos povos Bazombo.

jack-nkanga-foto-eddie-pipocas-bantumen-9

No próximo ano, há um novo projecto de um artista nominalmente diferente. A’mosi J. Label é um nome diferente, mas a alma é a mesma. “A ideia é: o A’mosi é alguém que vai trabalhar apenas para a prática do bem. Na mensagem dele, todos fazem parte do bem. Não é que o Jack não trabalhe nisso, mas o A’mosi é uma personagem que tem uma maior ligação com a terra, a água… com tudo o que é natural,“ explica-nos.

Vê o vídeo completo para perceberes o estilo particular de Jack e o motivo da alteração do seu nome artístico.

 

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O artista angolano Edson Chagas está a expor um novo projeto fotográfico na galeria de arte Insofar, em Lisboa. Com fotografias captadas em 2011 e a curadoria de Inês Valle, a exposição Muxima marca a primeira exposição individual do artista em Portugal.
Para está quarta-feira 22 de Setembro, às 21h30, no Estúdio Time Out em Lisboa Tekilla vai traz consigo três convidados muito especiais: Dino D'Santiago, Amaura e Ana Semedo!
Com o seu álbum no forno e sem previsão de lançamento anunciada, Landrick apresenta novo videoclipe, intitulado "Minha Resposta". A música e o clipe têm a participação de Irina Barros, cantora angolana, residente em Portugal, e ocupa a quinta posição da lista de reprodução do seu último trabalho, o EP Petisco.