Sesta depois de almoço é benéfica para o cérebro

Uma sesta de uma hora pode ajudar a manter o cérebro cinco anos mais novo. Esta conclusão foi publicada no Journal of the American Geriatrics Society, que revela os benefícios de fazer uma sesta após o almoço.

Dormir exactamente uma hora é o quanto precisas. Uma sesta mais longa ou mais curta não produz os mesmos efeitos no cérebro e nas capacidades cognitivas dos participantes.

Este estudo envolveu três mil chineses acima dos 65 anos de idade – que dormiam entre 30 a 90 minutos após o pequeno-almoço, segundo reporta o Daily Mail.

Os participantes tiveram de resolver problemas básicos de matemática e teste de memória para completar a avaliação da sua capacidade cognitiva. Os investigadores descobriram que as pessoas que dormiram uma sesta de uma hora depois do almoço tiveram melhores resultados nos testes em comparação com as pessoas que não dormiam a sesta.

Na verdade, aqueles que faziam sestas mais curtas, mais longas ou nenhuma sesta mostraram diminuições nas suas capacidades cognitivas quatro a seis vezes maiores do que aqueles que faziam uma hora de sesta.

Dr. Junxin Li, que liderou a pesquisa, contou que as pessoas que não dormiam a sesta ou que dormiam mais ou menos de uma hora após o almoço tiveram “declínios nas suas capacidades mentais equivalentes ao que se espera que um envelhecimento cerebral de cinco anos cause”.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
Foi o que fez Kouka Ntadi, pintor franco-congolês. Numa parceria com o Boa Lab, Kouka ofereceu à capital portuguesa um gigante guerreiro Bantu, peça central da sua inspiração artística atual.
"Mussungology to the world" será um elo entre a música e as artes plásticas.
O renomado fotógrafo moçambicano Mário Macilau vai estar pela primeira vez em Lisboa, par apresentar a exposição individual Sombras do Tempo. A inauguração da exposição acontece no dia 23 de setembro, às 18 horas, no número 14A da Rua João Penha.