Proof é a pulseira que te avisa a hora de parar de beber

A pulseira Proof foi apresentada durante a feira de tecnológica CES 2017, e pode ser a solução para evitar tudo do que de mau pode acontecer quando se tem excesso de álcool no sangue, ou seja, quando estás bêbado.

Desenvolvido pela Milo Sensors, o objectivo deste gadget é avisar quando estás a passar o limite aconselhável de aclóol e o seu funcionamento é muito simples: ao invés de medir batimentos cardíacos, assim como fazem as maiorias das pulseiras fitness, o werable capta moléculas de álcool do utilizador, a partir da pele. Sim, a pulseira usa sensores eletroquímicos baseados em enzimas que convertem álcool em corrente elétrica, sendo, assim, capaz de apontar o nível de álcool no corpo de quem estiver a usá-la. É uma espécie de bafómetro mais tecnológico.

O resultado, quase que instantâneo, de nível de álcool no sangue pode ser acompanhado através de uma app.

O Aparelho vai ajudar-te a perceber com mais exactidão o nível de alcóol no sangue por forma a evitares ser sujeito a uma multa na estrada ou, num pior cenário, um acidente trágico. E porque a tua família e amigos se preocupam contigo, poderás partilhar a informação directamente através da aplicação, assegurando que estás nas condições adequadas para chegar são e salvo a casa.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
A escritora e primeira romancista moçambicana Paulina Chiziane sagrou-se vencedora da 33ª edição do maior prémio da literatura portuguesa, designada "Camões". Oito anos depois, o prémio, avaliado em 100 mil euros, volta a Moçambique.
Este ano, o evento corporizou uma forma de disseminar oportunidades junto de jovens negros e introduziu, assim, uma verdadeira mudança de paradigma no setor têxtil português. Foram vários os talentos africanos que pisaram a passerele. A locomotiva que deu origem a este acontecimento foi a parceria realizada entre o Lulubell Group, a African Export-Import Bank e a ANJE (National Association of Young Entrepreneurs).
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.