Guia de como sobreviver ao Dia dos Namorados para um solteiro

Este é mais um daqueles dias do ano em que a economia nacional parece “ir de vento em popa”, é rosas nas mãos dos senhores que por norma nunca deram conta que existe uma florista logo ao lado de casa, é os bolos em forma de coração em pastelarias que nem bolos de aniversário vendem, é as canecas cheias de mensagens pitorescas fabricadas numa cave qualquer na China, replicadas nas montras de todas as lojas da mesma avenida, são os 1500 posts de juras de amor eterno nas redes sociais (muitas vezes, de quem nem se sabia estar numa relação)… Enfim, é um dia como todos os outros mas com lamechices em demasia. No entanto, se estás solteiro ou simplesmente não te deixas levar pelas modas, há truques que te podem ajudar a passar o dia sem ganhares uma valente alergia à data em si. Ora vê estas cinco:

1 – Oferece um presente simbólico para as pessoas importantes da tua vida. Não precisas gastar um cêntimo e nem precisas de ter namorada/o. Faz um pequeno-almoço simpático para a mãe, pai, irmãos, amigos.

2 – Envia aquela mensagem pessoal àquela pessoa que faz a diferença na tua vida e que não está à espera de uma declaração tua. Este gesto vai apenas contribuir para o teu bem-estar, ao surpreenderes quem te faz feliz.

3 – Oferece-te um presente. Sim, vais ajudar a alavancar a economia nacional mas, vais sobretudo aconchegar a tua alma com aquele bem, supérfluo ou não, que há algum tempo querias comprar. Afinal, quem não precisa de um mimo?

4 – Pega no telemóvel e convida aqueles amigos que não podem faltar num evento, só porque deixam a moral de qualquer um no topo, para um convívio. Vão almoçar, jantar, lanchar ou sair à noite. Há melhor do que passar o tempo em boa companhia?

5 – Cuida de ti e oferece-te umas horas num SPA. Além de aliviar o seres diário, não há nada melhor do que a paz de um SPA para repor as ideias em dia.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O renomado fotógrafo moçambicano Mário Macilau vai estar pela primeira vez em Lisboa, par apresentar a exposição individual Sombras do Tempo. A inauguração da exposição acontece no dia 23 de setembro, às 18 horas, no número 14A da Rua João Penha.
O artista angolano Edson Chagas está a expor um novo projeto fotográfico na galeria de arte Insofar, em Lisboa. Com fotografias captadas em 2011 e a curadoria de Inês Valle, a exposição Muxima marca a primeira exposição individual do artista em Portugal.
Para está quarta-feira 22 de Setembro, às 21h30, no Estúdio Time Out em Lisboa Tekilla vai traz consigo três convidados muito especiais: Dino D'Santiago, Amaura e Ana Semedo!