Novo Ferrari 812 Superfast com motor V12 de 800 CV 

O Ferrari 812 Superfast chega como o sucessor do conhecido Ferrari F12. A nova versão deste modelo é basicamente uma versão revista e melhorada da plataforma do F12, até porque as grandes mudanças ficaram reservadas para a unidade motriz.

Mas tem um motor V12 naturalmente aspirado, com 6.5 litros de capacidade. No total são 800 cv às 8500 rpm e 718 Nm às 7,000 rpm, com 80% desse valor disponível logo às 3500 rpm! Números que suplantam por uma margem confortável os número do F12 tdf.

É graças a estes números que a marca considera o Ferrari 812 Superfast como o seu “modelo produção mais potente e rápido de sempre”, se não incluirmos a Ferrari LaFerrari uma edição limitada. Este deverá ser também o último dos V12 puros. Ou seja, sem assistência de qualquer tipo, seja proveniente da sobrealimentação ou da hibridização.

A transmissão é efectuada exclusivamente às rodas traseiras, através de uma caixa de dupla embraiagem de sete velocidades. As prestações anunciadas equivalem às do F12 tdf, apesar dos 110 kg a mais do 812 Superfast. O peso a seco anunciado é de 1525 kg. Os 0 aos 100 km/h são despachados em apenas 2.9 segundos e a velocidade máxima anunciada é superior a 340 km/h.

O Ferrari 812 Superfast será também o primeiro modelo da marca a estrear uma direcção eletricamente assistida. Foi desenvolvida para trabalhar em conjunto com o Slide Slip Control, sistema que permite acentuar a agilidade do carro, providenciando maior aceleração longitudinal à saída das curvas.

Visualmente o 812 Superfast demarca-se do seu antecessor graças ao desenho mais agressivo, onde os flancos estão esculpidos de forma distinta. Entre outras novidades, destacamos o regresso definitivo às quatro óticas traseiras, como no GTC4 Lusso. Apesar de todas estas mudanças, o estilo final do modelo mantém o dinamismo e agressividade visual do antecessor.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
Mynda Guevara já tinha-nos avisado que tem imensos trabalhos escritos e gravados, prontos a serem lançados. Na altura em que a entrevistá-los, disse-nos que estava só à espera para gravar alguns videoclipes e dar início ao lançamento dos primeiros singles.
E agora, Jimmy P, irá lançar no próximo dia 1 de outubro, o EP, onde mostra uma linguagem musical diferente por parte do artista.
Nesta quinta edição, o programa pretende selecionar dez promotores de projetos de base tecnológica, que irão representar Cabo Verde no referido evento.