Quituto lança a sátira Projecto X vs Força Suprema

Com base no suposto beef entre o grupo da velha escola do rap angolano Projecto X contra a Força Suprema, Edson Quituto, um jovem angolano formado em Cinema e Produção Televisa que tem apimentado o humor nacional via YouTube, explica-nos como tudo começou.

formado na africano do sul em Cinema e Produção Televisiva realizou um sátira em envolve as duas parte, Projecto X vs Força Suprema: O FILME.

Quituto produziu uma sátira intitulada O Filme, onde o próprio interpreta o papel de Vui Vui. Numa das cenas, Vui Vui tem um pesadelo com o videoclipe de “Tamu A Dar Na Cara”, da Força Suprema, e ao despertar vê  Big Nelo, interpretado por Nelo Fury.

O vídeo de 13 minutos tem a realização de Ladilson Manuel e de Edson Quituto, que também escreveu o roteiro. No elenco ainda temos Frederico Cachumbo, Dário Reis, Stefan Mauro, Stélio Contos, Maindo Miguel, Lari Shine e Clinton Bastos.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
A escritora e primeira romancista moçambicana Paulina Chiziane sagrou-se vencedora da 33ª edição do maior prémio da literatura portuguesa, designada "Camões". Oito anos depois, o prémio, avaliado em 100 mil euros, volta a Moçambique.
Este ano, o evento corporizou uma forma de disseminar oportunidades junto de jovens negros e introduziu, assim, uma verdadeira mudança de paradigma no setor têxtil português. Foram vários os talentos africanos que pisaram a passerele. A locomotiva que deu origem a este acontecimento foi a parceria realizada entre o Lulubell Group, a African Export-Import Bank e a ANJE (National Association of Young Entrepreneurs).
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.