O Fidget Spinner já chegou às apps

O Fidget Spinner já chegou ao mundos das apps. A nova aplicação, que está no top da lista de jogos gratuitos da Apple, foi criada pelo developer Ketchapp e simula o brinquedo que ganhou popularidade em vários países. Além da função giratória já conhecida, a app proporciona um novo elemento: o utilizador pode girar o seu ecrã e tentar o maior número de voltas possível.

Fidget Spinner não é ligado à Internet mas virou febre mundial

Quanto mais giros o aparelho virtual fizer, mais moedas o utilizador receberá. O objectivo é adquirir novos spinners ou desbloquear prémios.

Se ainda não sabes o que é o Fidget Spinner, nós explicamos: este é um pequeno aparelho que não é nenhuma aplicação para smartphone, não tem qualquer interacção com a Internet e nem finalidade nenhuma de competição. Mesmo assim conseguiu virar febre mundial e incendiar as redes sociais por todo o mundo. A única coisa que o fidget spinner faz é girar.

[mc4wp_form id=”24174″]

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
Foi o que fez Kouka Ntadi, pintor franco-congolês. Numa parceria com o Boa Lab, Kouka ofereceu à capital portuguesa um gigante guerreiro Bantu, peça central da sua inspiração artística atual.
"Mussungology to the world" será um elo entre a música e as artes plásticas.
O renomado fotógrafo moçambicano Mário Macilau vai estar pela primeira vez em Lisboa, par apresentar a exposição individual Sombras do Tempo. A inauguração da exposição acontece no dia 23 de setembro, às 18 horas, no número 14A da Rua João Penha.