Mota Jr
Mota Jr

Suspeito de matar Mota Jr detido pelo SEF

A imprensa portuguesa revela que os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras detiveram esta terça-feira, 26 de maio, um dos suspeitos de envolvimento na morte do rapper Mota Jr. O homem de 26 anos foi detido e entregue à Polícia Judiciária esta tarde e está a ser “investigado pelos crimes de roubo, sequestro e provável homicídio”, cita o Diário de Notícias.

A detenção aconteceu no Aeroporto Sá Carneiro, no decorrer “de um controlo de fronteira efetuado a um voo proveniente de Stansted, Londres”.

Também a Polícia Judiciária já confirmou esta detenção. Em comunicado divulgado ao final desta tarde, a Unidade Nacional Contra Terrorismo explica que a investigação ao homicídio é liderada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra.

De acordo com a PJ o “detido será presente, amanhã, às competentes autoridades judiciárias para efeito de primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medida de coação, tida por adequada”.

O corpo de David Mota, conhecido como Mota Jr., foi encontrado em avançado estado de decomposição, no passado dia 18, numa zona de mato em Sesimbra. O rapper estava desaparecido desde meados de março.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O projeto é uma viagem de 19 temas a um estado de espírito focado na concretização dos seus desejos mais magnânimos. Mind Frames representa a luta que envolveu o processo de produção deste projeto, que inclui as vitórias, derrotas, a aprendizagem e o mind set.
núncio foi feito num comunicado da MIPAD, durante a cerimónia de nomeação das personalidades, que aconteceu no início deste mês, logo após a abertura da 76ª Assembleia Geral de organismo internacional, que decorre desde Setembro.
Apesar da pandemia do coronavírus ter parado o mundo por completo e inclusive, as apresentações públicas em eventos culturais, os músicos optaram por focalizar forças para as plataformas de streaming, que passou a fazer parte da lista de táticas de rentabilização no mundo.