Marafada do Amor Próprio - Ana Robalo
Marafada do Amor Próprio - Ana Robalo

A Marafada do Amor Próprio vai estar em live durante 6 dias com 6 incríveis mulheres

É indiscutível. As redes sociais são o canal de comunicação de eleição das massas. Durante o confinamento, vimos proliferar a quantidade de diretos via Instagram, Facebook e YouTube, onde aconteceram conversas sobre tudo e sobre nada, concertos, peças de teatro, sessões de coach, sessões de terapia coletiva, entre várias outras atividades. 

Nessa senda, Ana Robalo, coach de desenvolvimento, criou o projeto @marafada_do_amor_proprio, um perfil de Instagram onde se partilha amor e equilíbrio. O nome surgiu do seu lado “assertivo e impulsivo”, que  é o “marafada”, que se equilibra perfeitamente com o seu lado sensível e amoroso, que dá lugar ao “amor próprio”. 

“Este projeto tem como intenção inspirar, ensinar, aprender, escutar e aceitar todos os que estamos em amor ou a pedir amor”, explicou-nos Ana. 

Numa primeira fase, já em tempos de confinamento, Ana fez vários diretos, sobre diversos temas. “A gratidão por aceitarem os meus convites para conversarem comigo, sobre os mais variados temas, e o privilégio de conectar-me ao aprender com quem está do outro lado, consigo compreender que estou a cumprir com a minha intenção de deixar a minha marca no mundo usando as ferramentas da partilha e da prática do meu conhecimento e da minha essência.”

Desta vez, a @marafada_do_amor_proprio volta às sessões de conversas online e em direto até ao dia 1 de agosto. Serão seis dias com seis lives com seis incríveis mulheres, onde o objetivo será falar de sororidade, sexualidade, emoções, poder feminino, energia feminina e, claro, amor próprio. Na lista de intervenientes das talks constam os nomes da comunicadora e apresentadora de televisão Magda Burity, a autora Isa Fontes, a gerente de Marketing Social Izilda de Brito Robalo, a sexóloga Leal Monteiro, a digital influencer Sandra Baldé e a convidada especial Vânia Vanessa Vaz.

Formada em Coaching, em Lisboa, Ana Robalo tirou também um curso de terapia de auto conhecimento, Sagrado Feminino, na Alchemic Health Human Academy.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Sabias que com a tua contribuição podes ajudar a BANTUMEN a crescer? O nosso objetivo é criar uma narrativa de empoderamento da comunidade negra lusófona e tu podes fazer parte deste processo. Inscreve-te no Patreon e faz a tua parte! Lembra-te da filosofia Ubuntu: “eu sou porque nós somos”.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.