Ubettina Wethu Betty África do Sul | DR
Ubettina Wethu Betty África do Sul | DR

“Betty, a Feia” chega à África do Sul com personagem principal negra

“Betty, a Feia” é a novela mais reproduzida da televisão, a nível mundial, e agora vai ganhar uma nova versão e uma com protagonista negra. Desta vez, será adaptada na África do Sul, com o título de “uBettina Wethu”(Nossa Bettina).

Considerada pelo Guiness Book como a novela mais adaptada da história da TV mundial, a colombiana “Betty, a Feia (1998)” ganhará mais um remake para a sua interminável lista de versões internacionais.

De acordo com a revista Variety, a obra vai começar a ser gravada em janeiro de 2021, para estrear-se em abril, pela emissora pública SABC, e pela primeira vez uma atriz negra vai interpretar a personagem principal. A identidade da atriz ainda não foi revelada.

A pré-produção da série  já teve início em Johanesburg, a maior cidade da África do Sul e capital da província de Gauteng.

Um verdadeiro sucesso em diversas partes do mundo, “Betty, a Feia” já ganhou inúmeras adaptações, inclusive uma brasileira que foi produzida pela Rede Record e foi vista por milhões de pessoas nos demais países que compõem a lusofonia.

Criada por Fernando Gaitán na Colômbia em 1999, a série tem quase 25 versões ao redor do mundo. Só o Brasil já conheceu cinco delas: a original, a mexicana “A Feia Mais Bela (2006)”, a brasileira “Bela, a Feia (2009)” – protagonizada por Giselle Itié , a série “Ugly Betty (2007-2010)” e a novela “Betty, a Feia em Nova York(2019)”, ambos norte-americanas.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Mauro Aghuas
Mauro Aghuas
Pai de 2| Linux entusiasta| Fã de Cazuza | amante da cultura Hip-Hop e apaixonado por festivais de Rock em Angola

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.