Amapiano

Amapiano, o estilo de música e dança sul-africano que está a conquistar o mundo

O Amapiano nasceu nas townships de Johanesburg e teve um “boom” em termos de popularidade nos últimos cinco anos, estando entre os cinco ritmos mais tocados na África Austral. Agora, o estilo de dança e música começa também a agradar em paragens europeias e asiáticas.

Muito parecido com o Gqom, o Amapiano é um estilo musical sul-africano nascido do “Kwaito” , que tem as suas raízes no afro-pop e na herança musical tradicional zulu.

Fortemente influenciado por batidas do Groove do Deep House e o ritmo sul-africano do Kwaito, o amapiano cruza-se também com um piano e percussão inspirada no House Bacardi. Uma particularidade é o facto de a sonoridade ser um groove lento e profundo, com um estilo vocal repetitivo e cru e com um flow jazz.

Apesar de suas origens sul-africanas, artistas, DJs e produtores de países como a Nigéria, Botsuwana, Gana e outros cantos de África, têm contribuido e ajudado na divulgação e evolução do Amapiano.

Para te introduzires ao Amapiano, sugerimos que comeces com MFR Souls, com a faixa “Love You Tonight”. Nela podemos perceber que os vocais são próximos aos encontrados na música pop norte-americana, mas o uso de sintetizador de piano básico e a percussão dão à música seu próprio som único.

Um dos outros nomes a reter do estilo é Sha Sha, artista zimbabueana, nascida em Harare e que vive agora na África do Sul.

Sha Sha colabora com os principais produtores do género, como DJ Maphorisa, Kabza De Small e MFR Souls e em 2020 foi indicada para os BET Awards, na categoria Artista Revelação Internacional.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

Mauro Aghuas
Mauro Aghuas
Pai de 2| Linux entusiasta| Fã de Cazuza | amante da cultura Hip-Hop e apaixonado por festivais de Rock em Angola

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Foi há mais de um ano que a longa-metragem sobre o assassinato de Alcindo Monteiro, ocorrido há 26 anos, começou a ser rodada. A película estreia-se finalmente no próximo domingo, 24, às 19h, na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge. O filme faz parte da programação do DocLisboa.
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.