Alvim Praia

Alvim Praia fala sobre o seu LP “Mayday”

Mayday é o novo material de Alvim Praia, que sucede ao primeiro álbum do rapper, Dizem Que Canto. Em entrevista à BANTUMEN, o rapper falou sobre o processo criativo do seu LP e quais as suas ambições dentro do movimento.

O artista explicou-nos que este novo projeto representa uma chamada de socorro por parte dos seus oponentes, que, na sua perspetiva, não lhe chegam aos calcanhares. Em Mayday, Alvim Praia empenhou-se para ali imprimir todo o seu potencial lírico e de flow, para mostrar ao público aquilo de que é capaz.

O LP tem 13 faixas, e conta com as participações de Melão Montana, Altamiro Harilton, GM, Sally-G, Joicy Hiperativo e Elice. O LP já está disponível em todas as plataformas digitais.

Nascido no Namibe, sul de Angola, Alvim Praia há já bastante tempo que tem tentado furar nos meandros do hip hop angolano, tendo começado a produzir instrumentais em 2011. O rapper disse que, na altura,” o que fazia não era grande coisa mas procurava estar sempre um passo à frente e evoluir para chegar às sonoridades que se consomem atualmente.

Dois anos depois, empurrado pela vontade de cantar, que é no fundo a sua paixão, começou a escrever algumas rimas. “Como estava bué na moda ter um grupo de rap, tive a ideia de formarmos um, de nome Área Vip Music. Éramos sete mas só quatro de nós propusemos cantar”, disse o rapper. A sua primeira música, “Eu sou da Área Vip”, aconteceu quando ainda era membro do grupo.

Entretanto, Alvim começou a investir numa carreira a solo, passando a trabalhar com Bito Dumbo, que tratava de tudo o que se passava por “trás dos panos”.

Atualmente, sem o seu agente musical, mas com muito mais maturidade e conhecimento, além do talento, Praia assinou um contrato com aquela que considera “a melhor produtora a nível do sul do país”, a 2M Produções, que hoje agencia o artista dentro de Angola.

Alvim tem muitas influências dentro do movimento. Desde NGA até T-Rex, o cantor disse que além de consumir as músicas dos artistas, também gosta de ver e ouvir entrevistas dos mesmos, com o objetivo de receber “a visão” que estes transmitem à nova vaga de artistas.

Com as suas músicas, Alvim quer mostrar que existem soluções para inúmeros obstáculos, deixando claro que é preciso ter motivação para se atingir os objetivos.

“Eu motivo muito, então é isso que passo às vezes mesmo sem querer para o people que me ouve. Procuro sempre motivá-los a fazerem as coisas acontecerem. É essa a minha mensagem, motivação, porque acho que é o que toda gente precisa sempre”, sublinhou.

Dentro do mercado, o cantor disse que umas das maiores dificuldades que enfrenta atualmente está ligada à divulgação do seu trabalho.

“O maior desafio que já encontrei e que, graças a ngana nzambi, consegui ultrapassar é a necessidade de gravar os sons, sem ter que depender de ninguém. O desafio que ainda prevalece é sem dúvidas encontrar um meio de difusão da minha música mais eficaz que o habitual. Fazer a cena chegar mais longe, esse é ainda um muro a ser escalado”.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Bruno Dinis
Bruno Dinis
Carrego a cultura kimbundu nas minhas veias. Angolanidade está presente a cada palavra proferida por mim. Sou apologista de que a conversa pode mudar o mundo pois a guerra surgiu também de uma. O conhecimento gera libertação e libertação gera paz mental, por tanto, não seja recluso da ignorância.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O projeto é uma viagem de 19 temas a um estado de espírito focado na concretização dos seus desejos mais magnânimos. Mind Frames representa a luta que envolveu o processo de produção deste projeto, que inclui as vitórias, derrotas, a aprendizagem e o mind set.
núncio foi feito num comunicado da MIPAD, durante a cerimónia de nomeação das personalidades, que aconteceu no início deste mês, logo após a abertura da 76ª Assembleia Geral de organismo internacional, que decorre desde Setembro.
Apesar da pandemia do coronavírus ter parado o mundo por completo e inclusive, as apresentações públicas em eventos culturais, os músicos optaram por focalizar forças para as plataformas de streaming, que passou a fazer parte da lista de táticas de rentabilização no mundo.