VAGNÃO

Vagnão e qaslu “caem” no drill em “Pikadilha Shabba”

Vagnão e qaslu, rapper e produtor, respetivamente, da zona leste de São Paulo, Brasil, juntaram-se para nos entregarem uma poderosa malha. “Pikadilha Shabba” é um drill que retrata a vivência de Vagnão, enquanto um jovem preto da periferia em busca da autoestima e autoconfiança, características presentes na personalidade do cantor Shabba Ranks, a quem o som faz referência.

“Minha inspiração para compor foram os funks ‘proibidões’. A letra fala sobre o conceito que tinha Shabba Ranks e resume um pouco do estilo de vida e o que já vivi, daí encontrei a possibilidade de contar um pouco disso através do drill”, explica-nos o artista.

qaslu é o responsável pelo beat e pela produção executiva do do videoclipe. As suas referências para o beat foi o cenário drill do Reino Unido e de Nova Iorque, especialmente Pop Smoke, um dos artistas com quem Vagnão mais identifica-se.

“Produzir essa música foi um desbloqueio na minha carreira que só consegui quando conheci Vagnão. O drill foi o melhor caminho que encontrei e deu match com os ideais dele. Esse trabalho, além de música, envolve contextos inseridos na letra e videoclipe que só quem vive a mesma realidade entenderá. Fico feliz de ter assinado o trabalho do começo ao fim, pois coloco em jogo todas as experiências que acumulei com a arte até aqui”, disse qaslu.

Por retratar a realidade e comunicar uma mensagem inspiradora, o videoclipe da música foi gravado na Zona Leste, onde o artista e o beatmaker cresceram experienciando “todas as dores e delícias de ser de quebrada”.

Vagnão nasceu na zona leste de São Paulo. Aos 20 anos, viu na música uma porta de saída do sistema que o enclausurou durante algum tempo. Desde criança fazia rimas e poesias e o primeiro contato com a música aconteceu a ouvir rap internacional e nacional. Contudo, é o funk brasileiro, que o acompanhou durante o seu crescimento, que o inspira até aos dias de hoje. Os funk de visão, proibidão e ostentação são as suas vertentes favoritas. Com o crescimento do trap, o artista foi impactado pela onda norte-americana e começou a ver novas possibilidades para realizar o seu sonho de criar música, juntado à sua essência o drill londrino apresentado por qaslu.

qaslu (lê-se caslu) é deejay, beatmaker, produtor executivo musical e cultural também da zona leste de São Paulo. Atuante na sua região desde 2015 como produtor cultural, obteve vivências que o formou como artista e articulador, acumulando experiências fora da sua cidade através de batalhas de rimas e até shows como o Cena 2k19 e Sons das Ruas enquanto DJ. Filho de pai músico ausente, teve oportunidade de conhecer a música de berço, mas foi através do rap e funk que se identificou e utilizou géneros como uma plataforma de conhecimento da vida e da sua ancestralidade.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados