VALLO X MRDELARGE - DESVANECER feat IAMKENNIS
VALLO X MRDELARGE - DESVANECER feat IAMKENNIS

“Desvanecer”, uma obra de arte audiovisual de Vallo x MRDelarge feat IAMKENNIS

“Desvanecer” é uma canção que tem como fio condutor, a nível musical e visual, a partilha entre artistas e que lança uma reflexão sobre as origens de Vallo, a sua relação com os outros e a apropriação cultural.

Escrita por Vallo e com a produção de MRDelarge e IAmKennis, artistas emergentes no mundo do hip hop em português, “Desvanecer” questiona o ser negro e a facilidade com que a identidade e inteletualidade negra é expropriada, subjugada e desvalorizada.

“A música aborda uma relação com o próximo, que apenas existe quando há algo a retirar, de uma energia que é repetidamente usada e violada, como o outro é rapidamente descartável. Outra grande temática da música é o tema da apropriação cultural – um fenómeno que por sua vez tem também esta relação parasita. É uma obra que celebra as pessoas que o tornaram quem é e, uma história negra, que não se cala perante a opressão”, podemos ler no comunicado enviado à nossa redação.

O videoclipe conceptual, que celebra a negritude na cultura e na arte e o empoderamento negro, teve a produção e realização de Margarida Vicente e Afonso Vieira. O guarda-roupa e styling ficaram à responsabilidade de Raquel Borges.

“Quando o Vallo abordou-me sobre a possibilidade de colaborarmos uma vez mais, aceitei imediatamente. Trabalhar e criar com o Vallo é fácil. Ele permite-me ter liberdade de interpretar a voz dele, sem limites”, explicou-nos Vicente.

Para a realizadora e produtora, há uma necessidade derepresentar artistas do hip hop, para lá da correntes, armas, dos fast cars, das drogas e do álcool, do twerk e do dinheiro. Representar com toda a sua magia, com toda a sua história poderosa e que aspira a algo maior que apenas o ser. Criar poesia visual proveniente do íntimo, da vulnerabilidade” e é exactamente nesse ponto que se cruza a sua visão artística com a de Vallo.

Em ‘Desvanecer’, “tentei criar um vídeo com o Vallo, que celebrasse a cultura negra de diferentes lugares com um sentimento de atualidade, no entanto intemporal e com um calor familiar muito próprio. Um conjunto de quadros em movimento, que transmitisse efemeridade, a sensação de flutuar, nostalgia e introspecção. A música fala sobre o Vallo encontrar-se como pessoa, como é o estar no fundo e pedirem mais de nós e, quando não damos —  percebemos que nós somos o único elemento constante toda a vida. É um sentimento universal. Tentámos contar essa viagem com todas estas imagens.”

Sobre a produção musical, a colaboração com IAMKENNIS surgiu naturalmente. “O Vallo acompanhou desde o início o meu crescimento artístico e é das maiores referências que tenho pra mim, então é sempre um prazer e honra trabalhar com ele, e é natural que colaboremos mais vezes no futuro.”

Valdano Salinha é Vallo, tem 28 anos, e nasceu no Estoril, arredores de Lisboa. Para si, a música é como um elo de ligação entre si e o resto do mundo, além de servir-lhe como meio de comunicação – assim como a dança. É através destas formas de arte que explora a sua perceção do meio que o envolve e que o permite ser vulnerável.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O anúncio foi feito na página oficial da distribuidora Altafonte, que divulgou também alguns testemunhos dados pelos membros da Gang, primeiramente acerca do processo criativo da obra.
Na altura em que o programa Equal celebra 6 meses, o Spotify, a maior plataforma de áudio em streaming do mundo, elege Soraia Ramos como artista Equal de outubro em Portugal. Equal é uma iniciativa global que promove a igualdade de género, selecionando uma artista feminina todos os meses por cada mercado, maximizando a sua visibilidade e promovendo o seu crescimento na indústria através da plataforma.