Sam The Kid fez anos e ofereceu a Valete “Um Café e a Conta”

“Um Café e a Conta” é o novo trabalho discográfico do rapper português Sam The Kid e sai como uma reimaginação e homenagem à obra do seu amigo e também rapper Valete.

“Este é um trabalho feito ao longo de 10 anos, usando as vozes do Valete como matéria que resultou em Um Café e a Conta“, escreveu o próprio Samuel Mira na descrição da sessão de audição do projeto, publicada no Youtube.

Ao todo, são 20 músicas de Valete retrabalhadas por Sam, numa expressão da sua gratidão pela amizade entre os dois, que tem a duração das suas carreiras. “E ainda estamos aqui, amigos e a fazer o que gostamos, com o entusiasmo do primeiro dia”, escreveu Sam nas redes sociais.

O álbum chegou em físico este sábado em Portugal, com o preço de dez euros. A arte gráfica é espelho do nome da obra. Na capa temos o café, e a conta é nada mais do que a track list do CD. No interior, além do CD, estão presentes duas pinturas feitas com café baseadas em duas fotografias dos rappers e algumas Polaroids que ilustram o lugar onde se materializou a ideia do álbum. As artes são do designer Deck e grafiteiro Mrdheo, respetivamente.

Para quem estiver fora de Portugal, além de poder encomendar o álbum através da loja online da TV Chelas, o projeto vai estar disponível a partir do dia 18 de julho, através das plataformas digitais.

A data de lançamento do projeto não foi escolhida ao acaso, é a data em que Sam The Kid celebra o seu 42.º aniversario. No ano passado, na mesma altura, Sam decidiu também brindar os fas com um presente, o álbum Caixas de Ritmos.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Com sete anos de carreira, Boy Lundy carrega consigo o sonho de influenciar novas vozes, trabalhar na música de forma profissional, mostrado que é possível criar sustento e viver da arte e enriquecer a arte moçambicana, assim como o movimento hip-hop.
Da Soul acabou de levar o seu último álbum, Liberdade de Expressão, à loja FNAC de Almada, com uma apresentação ao vivo e sessão de venda e autógrafos. O projeto foi lançado em agosto, estando disponível em lojas físicas FNAC e através das plataformas de streaming de áudio.
Já está a acontecer a Feira Internacional de Negócios da Moda, no Palácio de Ferro, na baixa de Luanda. A cerimónia de abertura começou com uma mesa redonda, com a participação de nomes já bem conhecidos da indústria fashion angolana, como Rose Palhares e a escritora e consultora de imagem Marleyh Selo. A moderação foi feita pela apresentadora Dinamene Cruz.