Dentro do “Processo” da vida de Vado Más Ki Às

No relógio batiam 18 horas e alguns minutos quando fomos ao encontro de Vado Mas Ki Às, que nos recebeu da mesma forma que recebe sempre: com um sorriso de orelha a orelha e palavras de motivação.

Fomos em direção ao estúdio, sentámos-nos e, de forma automática, Vado começou a cantar à acapella a letra do seu mais recente tema “Fora Da Lei”:

Aqui o crime é normalidade
Sou chefe do crime, o réu do teu banco
Coração tão firme, vive condenado
Num mundo exclusivo num clima à parte

O olhar brilhava enquanto proferia cada palavra e as mãos acompanhavam os lábios, enquanto batiam no peito – que traduzimos como reconhecimento, pelo percurso excecional que tem trilhado, e a gratidão que sente pelos fãs que o acompanham nessa jornada.

“Fora Da Lei” é mais do que música para o rapper do 6 de Maio. Significa muito mais do que as pessoas possam imaginar, é a pintura mais próxima da sua realidade, nua e crua.

O tema faz parte da última parte do seu primeiro EP intitulado Processo, projeto em que cada faixa espelha a história da sua vida, da sua caminhada até ao sucesso ou até onde quer chegar. A cada tema ouve-se um Vado mais ousado, versátil, sem medos de arriscar em diferentes sonoridades e ritmos.

Este EP , feito em plena quarentena, é realmente um processo para o artista. Foi produzido com calma, passo a passo. “Em vez de ser o processo criminal, é o processo criativo na música. Trouxe a minha realidade para dentro da música. Trazer a street com a arte, trazer a mudança” explicou-nos Vado Más Ki Às. Este trabalho é fruto da maturidade que tem adquirido ao longo dos anos.

Embora tenha lançado o seu primeiro álbum de originais Vitórias & Privilégios, em 2019, agora em 2021, sente que trouxe consigo todo a aprendizagem e bagagem desse primeiro grande trabalho. A essência mantém-se, é o mesmo Vado, mas só que com mais conteúdo e inspirações. Vado explicou-nos que o facto de ter ganho toda uma nova visão da música desde que lançou o álbum, permitiu que a construção e produção criativa de Processo fosse feita com mais paciência e de forma mais detalhada.

Este EP para o artista é importante. Porque nele carrega tudo aquilo que quer passar para as pessoas, principalmente para os mais jovens. Que tudo é possível quando se acredita de verdade, só assim as coisas podem acontecer e, com dedicação, cada um pode fazer a mudança, durante o processo, que é na verdade a vida.

Com este EP “quis transmitir esperança, maturidade, diversidade. Quis trazer também um bocado da nossa evolução, a da nossa geração. Um bocado de mensagem, sem tabus. Um bocado da ideologia do que vivemos no dia-a-dia, na nossa comunidade, nas dificuldades que passamos”. Mas este EP destaca-se em relação aos trabalhos precedentes porque já não se foca tanto na “parte negativa, vamos falar mais na parte positiva, essa foi a diferença, trazer uma mensagem mais positiva, para que o mundo possa ver que ainda dá para acreditar e fazer acontecer”.

Vado Más Ki Às acrescenta ainda que espera que quem ouvir o Processo se sinta representado. “Que sinta mesmo o que estou a falar, porque é algo que eu senti [enquanto fazia o álbum]”.

Para sua surpresa, em pouco dias, o projeto alcançou o marco de mais de dois milhões de streamings no Spotify. “Estou tão emocionado com este EP. As pessoas têm-me surpreendido muito com a maneira como sentem a minha música, faixa a faixa. E de repente teve esse impacto, esses plays todos. Parecia que estava a sonhar, isto está mesmo a acontecer no rap crioulo, é real. Estou a sentir uma chama que não vai apagar-se tão cedo, uma energia e uma forma de viver cada vez mais feliz com aquilo que estou a viver”.

O rapper quer ser a melhor versão de si mesmo, sempre. E de alguma forma quer incentivar quem o ouve, e ao dar o melhor de si, quer poder mudar a realidade para as gerações futuras ou mesmo a atual porque a vitória de um pode ser a vitória de todos.

E o facto de ter assinado com uma major como a Sony, incentiva-o todos os dias e todos os dias faz músicas, grava sempre que pode. “Sinto que ainda tenho muito para dar e falar ao público, aqui não tem fim, é até a máquina [coração] desligar. Por enquanto vou sempre fazer mais coisas, vou lançar muitas coisas família, vários projectos (…) com os meus real niggas, estamos a fazer acontecer. Estou a puxar este barco para que todos nós possamos remar juntos e vamos conseguir fazê-lo juntos para chegarmos ao nosso destino, essa é a nossa força”.

Abaixo podes ver e ouvir a entrevista vídeo completa a Vado Más Ki Às.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com

Wilds Gomes
Wilds Gomes
Sou um tipo fora do vulgar, tal e qual o meu nome. Vivo num caos organizado entre o Ethos, Pathos e Logos - coisas que aprendi no curso de Comunicação e Jornalismo. Do Calulu de São Tomé a Cachupa de Cabo-Verde, tenho as raízes lusófonas bem vincadas. Sou tudo e um pouco, e de tudo escrevo, afinal tudo é possível quando se escreve.

Deixa-nos a tua opinião

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Artigos Relacionados
O projeto é uma viagem de 19 temas a um estado de espírito focado na concretização dos seus desejos mais magnânimos. Mind Frames representa a luta que envolveu o processo de produção deste projeto, que inclui as vitórias, derrotas, a aprendizagem e o mind set.
núncio foi feito num comunicado da MIPAD, durante a cerimónia de nomeação das personalidades, que aconteceu no início deste mês, logo após a abertura da 76ª Assembleia Geral de organismo internacional, que decorre desde Setembro.
Apesar da pandemia do coronavírus ter parado o mundo por completo e inclusive, as apresentações públicas em eventos culturais, os músicos optaram por focalizar forças para as plataformas de streaming, que passou a fazer parte da lista de táticas de rentabilização no mundo.