“Café Kwanza”, uma sátira à vida de imigrante em Portugal

Matamba Joaquim e Miguel Paiva são os autores do argumento de “Café Kwanza”, uma série de comédia cuja narrativa centra-se na vida de imigrantes dos PALOP em Portugal.

A história da série gira em torno de Ti-Chico, um ex-militar que decide abrir um café no Barreiro, numa zona onde vive uma grande comunidade de afrodescendentes, e conta com a ajuda do seu sobrinho Kiki e de Lola, uma jovem trabalhadora e íntegra, por quem Ti-Chico nutre um especial carinho.

Os três vão fazer com que o negócio chegue a bom porto, tarefa que não se adivinha fácil por causa da clientela caricata. O pequeno café é o ponto de encontro diversas e carismáticas personagens que dão azo às mais hilariantes situações.

Além de Daniel Martinho, no papel de Ti-Chico, fazem parte do projeto nomes como Gio Lourenço, Manuela Paulo, Miguel Sermão, Meirinho Mendes, Carla Gomes, Solange Hilário, Diogo Balestra, Alexandre Ferreira, Fernando Nobre, Lara Mesquita, Luisa Gabriel, René Vidal, entre outros.

Com previsão de chegada ao pequeno écran a partir de dezembro, através da RTP África, a série está a ser produzida pela Ginger Beard Audiovisual, e está em rodagem na S.I.R.B. Os Penicheiros, no Barreiro.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Podes sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN através do email redacao@bantumen.com.

Equipa BANTUMEN
Equipa BANTUMEN
A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.
Em conversa com a BANTUMEN, Rubem Gomes, um dos fundadores da Associação Vegetariana Angolana, explicou que a decisão de criar a associação partiu do "sentimento de compaixão para com todos os seres", acreditando que os seres humanos ainda podem fazer do mundo um lugar melhor, enquanto existir respeito sobre os outros elementos da natureza.