Já está disponível “Straight Up”, primeiro projeto de Okenio M

Tal como anunciámos na última terça-feira, 24, está agora disponível Straight Up, a primeira obra a solo de Okenio M.

O EP chega com quatro faixas na sua tracklist, que podem ser ouvidas em 12 minutos. Com as participações de Fatboy6.3 e dos comparsas A’Aires, Joz e Fábio Freitas, o projeto tem a assinatura nos instrumentais de Jester Beats, Stardustszn e Hilaboi.

De acordo com um post do rapper nas suas redes sociais, Straight Up alcançou o primeiro lugar da tabela de todos os géneros da Apple Music Portugal, logo nas primeiras 12 horas, seguido de Happier Than Ever, de Billie Eilish, e do álbum Anna, da conterrânea Anna Joyce.

Com um título escolhido pelo colega Deivly, que em português podemos traduzir como “papo reto”, o projeto dá continuidade às composições com que Okenio nos tem habituado, mas com uma sonoridade diferente. Exemplo disso, é a faixa “I Know You”, onde o rapper mergulha em vibes nigerianas, mais propriamente o estilo naija, juntamente com Fábio Freitas.

Com nove anos de carreira, Okenio Quissongo, nome de registo de Okenio M, é membro de um dos grupos mais influentes da nova geração do rap em Angola, os Young Family.

Na sua prateleira discográfica, Okenio conta agora com quatro obras, as colaborativas Gas Station (2018), com Young Family; No Cap (2019), com Lil Mac, Maestros (2020), com Lil Mac e Jozz, e, por fim, Straight Up.

Sobre planos futuros, Okenio contou-nos que, para já, vai dar “uma pausa nas actividades”, enquanto vai trabalhando na promoção da nova obra, e revelou ainda que o seu próximo projeto vai chamar-se No Cap II e vai sair com a colaboração do colega Lil Mac.

Marito Varela
Marito Varela
De Benguela para o mundo. Dos blogs, da música, das tecnologias e das ciências.

Deixa-nos a tua opinião

Artigos Relacionados
Mas como interagir com alguém que fala um idioma que desconhecemos? Danny Manu, um britânico de origem ganesa, criou a solução. Os Clik by Mymanu são uns fones de ouvido, sem fios, que podem traduzir vários idiomas automaticamente.
Este ano, a artista celebra 25 anos de carreira e mostra a fibra de que é feita, eclética, surpreendente e a transbordar musicalidade. Para assinalar a data, temos "Bla Bla Bla", uma música que marca um ponto de viragem na sua carreira, seja a nível sonoro como visual.
Em conversa com a BANTUMEN, Rubem Gomes, um dos fundadores da Associação Vegetariana Angolana, explicou que a decisão de criar a associação partiu do "sentimento de compaixão para com todos os seres", acreditando que os seres humanos ainda podem fazer do mundo um lugar melhor, enquanto existir respeito sobre os outros elementos da natureza.