PUB
Peça da exposição Molecular Genealogies Josèfa Ntjam | DR de
Peça da exposição Molecular Genealogies Josèfa Ntjam | DR de

21 artistas afrodescendentes em exposição na Gulbenkian com “Europa Oxalá”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A arte de 21 artistas com origens dos PALOP vai estar em destaque na Gulbenkian, já a partir desta sexta-feira, 4 de março, com a exposição Europa Oxalá.

Europa Oxalá é uma mostra artística de 60 obras, que alimentam uma reflexão original sobre o racismo, a descolonização das artes, o estatuto da mulher na sociedade contemporânea ou ainda a desconstrução do pensamento colonial.

Nascidos e criados num contexto pós-colonial, são 21 artistas cujas obras tornaram-se incontornáveis na arte contemporânea europeia, propondo uma reflexão sobre as suas heranças, as suas memórias e as suas identidades.

Dos seus antepassados, estes artistas herdaram memórias que lhes chegam de forma difusa no seio da família e de grupos de amigos e que não são só vozes, sons e gestos, mas também imagens e recordações das suas culturas de origem, pontos de partida para um importante trabalho de investigação nos arquivos históricos, familiares e institucionais.

O carácter inovador e transnacional do trabalho destes artistas da “pós-memória” tem vindo a marcar profundamente a paisagem artística e cultural das últimas duas décadas e a maneira como alguns deles conjugam linguagens contemporâneas e processos tradicionais constitui um contributo essencial para a Europa contemporânea.

Através das suas obras, Europa Oxalá testemunha assim o poder criativo da diversidade cultural europeia contemporânea, abrindo novas perspetivas à própria noção de Europa.

Através da pintura, desenho, escultura, filme, fotografia e instalação, poderão ser observadas as obras de Aimé Mpane, Aimé Ntakiyica, Carlos Bunga, Délio Jasse, Djamel Kokene-Dorléans, Fayçal Baghriche, Francisco Vidal, John K. Cobra, Katia Kameli, Mohamed Bourouissa, Josèfa Ntjam, Malala Andrialavidrazana, Márcio Carvalho, Mónica de Miranda, Nú Barreto, Pauliana Valente Pimentel, Pedro A. H. Paixão, Sabrina Belouaar, Sammy Baloji, Sandra Mujinga e Sara Sadik.

“Europa Oxalá” estará em exposição entre as 10 e as 18 horas, de quatro de março a 22 de agosto, no Edifício Sede – Galeria Principal, na fundação Calouste Gulbenkian. O bilhete tem o valor de cinco euros.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB