PUB

Em alusão ao Dia do Pai, Ford dá dicas de condução defensiva

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Os pais têm a grande responsabilidade de assegurar um bom ambiente para os seus filhos. Neste Dia do Pai, a Ford Motor Company, através da sua abordagem com visão de futuro na fabricação ambientalmente responsável e sustentável, oferece algumas dicas úteis. Estes conselhos não só são relacionados com a sustentabilidade do nosso ambiente, como também oferecem aos pais a oportunidade de viajar em grande estilo, ao volante de veículos como Ford Fusion, EcoSport, Fiesta e Escape.

– Tenta manter activa a função auto-stop. Esta função poupa combustível e reduz as emissões de CO2. As emissões de carbono estão classificadas como “gases de efeito-estufa” e estão directamente relacionadas com as alterações climáticas – especialmente com o aquecimento global.

– Faz uma condução segura e tranquila. Quanto mais agressiva a condução, maior o consumo. O programa “Habilidades de Condução para a Vida” – Driving Skills for Life (DSFL), da Ford Motor Company, é um programa de formação de condução responsável que promove a cultura da condução segura e eficiente entre os condutores. À medida que o preço dos combustíveis sobe e as preocupações ambientais aumentam, o DSFL ensina os condutores a conduzir de forma eficiente de modo a poupar combustível e a reduzir significativamente as emissões de gás de efeito estufa, poupando assim dinheiro e criando um ambiente melhor.

 – Mantém o lixo dentro do carro e elimina-o de forma responsável quando chegares ao teu destino. O lixo não só é desagradável à vista, como pode matar as plantas ou condicionar o seu crescimento, destruir áreas naturais e pode colocar em perigo a vida de seres vivos.

– Evita deitar restos de cigarros pela janela, sobretudo junto a zonas verdes que podem incendiar e transformar-se em incêndios de grandes proporções, destruindo animais, árvores e demais vegetação.

Fora de estrada

Aventurar-se fora da estrada implica grande responsabilidade. Ao andar fora dos trilhos pode danificar o ambiente envolvente, incluindo a fauna e a flora.

– A regra para a condução fora de estrada é abordar cada objecto o mais lentamente possível e tão rápido quanto necessário. Conduzir lentamente sobre um obstáculo minimiza o impacto do veículo sobre o terreno, e assegura que o risco de danos para a viatura e ocupantes é reduzido. Alguns obstáculos, como a lama e a areia, requerem um pouco mais de aceleração para assegurar o impulso e uma dose extra de velocidade para ultrapassar o obstáculo. Contudo, usa apenas a velocidade necessária e está sempre preparado para o que possa estar para lá do obstáculo. Fica atento a ninhos de aves ou a animais em repouso; é sempre aconselhável ir a pé verificar o que há para lá do obstáculo antes de avançar sobre ele.

– Em veículos 4×4, como a Ford Ranger, é aconselhável engatar a tracção às quatro rodas assim que sair de estrada. Isso assegura uma distribuição equilibrada de potência entre as rodas dianteiras e traseiras, uma melhor aderência às superfícies escorregadias, maior segurança na condução e reduzido impacto ambiental, uma vez que as rodas não estarão a girar livremente e a cavar sulcos não naturais no solo. Estes vão aumentar a corrosão e erosão potencial do solo quando chove. (Lembra-te de desengatar a tracção às quatro rodas quando regressares à estrada.)

– Para terrenos mais acidentados, engata o modo 4×4 de baixa rotação. Reduzir a velocidade do veículo, permite uma maior transferência binária às rodas motrizes e dá maior controlo, reduzindo o risco de levar com fragmentos e pedras do caminho. A modulação cuidadosa do acelerador evitará a rotação excessiva das rodas e a danificação do terreno.

– Esvazia os pneus enquanto conduzes em superfícies suaves, como a areia solta. Isso aumentará a superfície de contacto com a areia, o que significará que o pneu andará sobre ela e não cavará um buraco podendo ficar preso nele. Rodados profundos promovem uma maior erosão dos solos, sobretudo se a região for sujeita a fortes chuvadas.

– Conduz sempre em trilhos definidos. Nunca cries novas rotas ou percursos, uma vez que isso prejudica o equilíbrio ambiental que estás a explorar.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB