PUB
FILE - In this Aug. 26, 2015 file photo, Ariana Grande performs during the honeymoon tour concert in Jakarta, Indonesia. Grande's management team says the singer's concerts will be canceled through June 5, 2017, after a bombing following her concert in Manchester, England left 22 people dead. (AP Photo/Achmad Ibrahim, File)

Ariana Grande promete dar concerto de beneficência em Manchester

A cantora pop norte-americana Ariana Grande anunciou na sua conta do Twitter que irá a Manchester dar um concerto de beneficência em homenagem às vítimas do atentado de segunda-feira, mas sem indicar uma data.

Ariana publicou uma longa mensagem de solidariedade com as vítimas e seus familiares, dizendo-se “consternada com a dor e o medo que devem estar a sentir e com o trauma que estão a viver”.

Os agentes da jovem cantora, de 23 anos, com 46 milhões de seguidores no Twitter, tinham anunciado na quarta-feira a interrupção da sua digressão até ao início de Junho.

“Não quero continuar o ano sem poder ver os meus fãs, tomá-los nos braços e apoiá-los como continuam a fazer comigo”, escreveu a estrela.

“Regressarei à incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar algum tempo com os meus fãs e realizar um concerto de beneficência, para recolher fundos para as vítimas e suas famílias”, acrescentou.

Muito abalada pelo atentado, de acordo com as suas palavras e com fotos publicadas em vários meios de comunicação, Ariana Grande regressou na terça-feira a Boca Raton, na Florida, onde reside.

Algumas vozes se levantaram para lamentar que a cantora tivesse abandonado Manchester tão rapidamente, nomeadamente o editorialista britânico Piers Morgan.

“Se a rainha pode visitar as vítimas no hospital, então a estrela que elas pagaram para ver pode fazer o mesmo”, escreveu Morgan no Twitter, desencadeando muitas críticas.

 

[mc4wp_form id=”24174″]

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB