Dynamo e June Freedom, os mais galardoados dos CVMA 2022

Dynamo
DR

Numa noite que se prolongou até à madrugada, a gala dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) foi marcada por uma falha de energia e por vários momentos de discursos emocionados.

A XI Edição da gala dos Cabo Verde Music Awards, que este ano aconteceu no Dia Internacional da Música, 1 de outubro, começou com uma hora de atraso com a habitual passadeira vermelha que estava a cargo dos apresentadores Kathy Moeda e Joel Almeida.

Perante um público que foi chegando aos poucos, o red carpet foi prolongado até às 22h30, quando Josslyn subiu ao palco para a abertura oficial da gala que premeia a música de Cabo Verde. A cantora santantonense dividiu o palco com a mindelense Ceuzany Pires e a rapper praiense Indira Pires.

De seguida, entraram em cena os apresentadores Dorival Bettencourt e a portuguesa Catarina Furtado que convidaram o presidente do júri dos CVMA, Osvaldo Moura, e ainda os parceiros Mário Bettencourt e Arlinda Peixoto a subir ao palco para dar início a revelação dos vencedores das categorias técnicas – Melhor BeatMaker, Melhor Produtor e Melhor Videoclipe.

O troféu de Melhor BeatMaker foi para Platini Beatz com o tema “Ku bo te fim”. Cláudio Ramos foi eleito Melhor Protutor com o tema “Primavera” do artista salense Dynamo. Já Dieg venceu na categoria de Melhor Videoclipe com o single “Mununo”.

Na categoria Melhor Coladeira, o tema “Bo Mister” de Diva Barros foi o escolhida pelo júri. É de realçar que este ano esta música foi distinguida na categoria “World Music” nos International Portuguese Music Awards, IPMA, nos Estados Unidos da América.

O tema “Na Mei” de YuraBeatz venceu na categoria Melhor Afrobeat/Afrohouse. Já o galardão de Artista Revelação, que estava a ser disputado por Ary Kueka, Edwin Vibez e Mureno, foi para o Edwin Vibez que fez a sua estreia nos CVMA. Visivelmente emocionado, o mindelense que veio acompanhado pela mãe disse que não estava à espera. Depois passou-se para um momento musical com a finalista do The Voice Portugal 2019, a artista portuguesa Joana Alegre.

Seguiu-se a atuação de um dos nomeados da noite, o cabo-verdiano, radicado nos EUA, June Freedom.

O relógio já passava das 23h30 quando se deu um blackout, que durou cerca de…

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES