PUB

DJ Zullu une-se a MC Marks no funk “Vida Louca” e grava com Calema

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Somente com o single “Eu Não Vou Embora”, com Anitta e MC G15, DJ Zullu acumulou mais de 25 milhões de streams no Spotify. Ele é um dos mais respeitados e importantes nomes do funk brasileiro, tendo quase 15 milhões de visualizações no YouTube e parcerias com MC Kevin O Chris, MC Don Juan, L7NNON, o argentino Khea, o angolano Preto Show e o estadunidense Barlito. 

Na sua mais recente entrega, “Vida Louca”, o produtor, compositor e cantor convidou MC Marks. Diferente do que se espera dos funkeiros, os dois seguem uma linha mais consistente, deixando de lado a ostentação e as letras explicitamente sexuais sempre presentes nas composições. Ambos falam de suas realidades na correria diária para conquistar um lugar ao sol.

“Estava ansioso para colocar esse trabalho na rua porque ele passa uma visão muito importante: é uma homenagem a quem sempre esteve ao nosso lado, quem sempre acreditou no nosso trampo e também uma forma de mostrar que a gente nunca pode esquecer a nossa origem e a nossa base”, diz ele.

Gravar com os Calema foi sensacional, já admirava o som dos caras e agora sou ainda mais fã

DJ Zullu

Para o videoclipe, dirigido por Tata Vilhena, as locações escolhidas foram em Duque de Caxias, região da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, onde o artista nasceu e mora, e também na quadra da escola de samba Acadêmicos do Grande Rio, também no Rio. No filme, ele te leva para uma rápida vivência na área dele. “Estar rodeado de crianças de Duque de Caxias, cidade onde nasci e que segue me acolhendo, me enche de alegria e gratidão”, ressalta.

Recentemente, Zullu esteve em Portugal para gravar com os Calema, duo formado pelos irmãos Fradique e Antonio Mendes Ferreira, nascidos na ilha São Tomé e Príncipe. O registro feito no estúdio Klasszik ainda não tem lançamento programado, mas promete trazer fusões do funk com kizomba e diferentes elementos da música eletrônica.

Ainda em 2022, o DJ estará presente (no dia 14/08) no Palco Eletrónico do festival Sol da Caparica, que acontece anualmente no Parque Urbano da Costa da Caparica (a 17 km de Lisboa). A programação, realizada de 11 a 15 de agosto, terá a participação de músicos portugueses, brasileiros e africanos. 

“Fiquei muito feliz com a minha ida a Portugal e tudo que rolou por lá”, afirma. “Gravar com os Calema foi sensacional, já admirava o som dos caras e agora sou ainda mais fã. Também já tive a oportunidade de me apresentar para o público português em 2018, ao lado da Anitta no Rock in Rio Lisboa, e sei como a galera é animada e recebe bem os artistas do Brasil. Então estou muito empolgado que terei mais uma oportunidade”.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Coleção Black Power

16,90 

PUB