PUB

Eva RapDiva faz “Tudo de Novo” na companhia de Gerilson Insrael

Mais reverente do que nunca, Eva RapDiva retorna forte, confiante e incisiva com “Tudo de Novo”, o novo single em parceria com Gerilson Insrael. A música viaja pelo Zouk e a letra centra-se num relacionamento que não tem mais “pernas para andar” e no empoderamento feminino.

Em conversa com a BANTUMEN, a rapper descreveu o processo de encontrar a melhor voz para os versos que tinha composto, numa conjuntura com o produtor Bruma Boy, com quem já tinha trabalhado na música “Final Feliz” com Landrick. A artista diz ter sido um longo período de escolha entre várias demos.

Apesar do beat perfeito, o mais difícil foi achar o artista que mais conexão teria com a música, e que cuja voz e personalidade encaixassem na perfeição com o refrão. De muitos nomes sugeridos, Gerilson Insrael foi o mais óbvio. O sucesso súbito do cantor fundamentou a escolha de Eva. “Ouvi muitas coisas do Gerilson e adorei e percebi realmente que é o artista que poderia ficar melhor com o refrão e convidei-o. Ele prontificou-se logo. Ouviu e identificou-se logo com a música”, explicou a Diva.

Já gravada, a música acabou por ser engavetada. Eva estava céptica quanto ao refrão e acabou por depois a regravar várias vezes até chegar à versão final, no ano passado. A música tal como a conhecemos hoje foi gravada em Lisboa, depois de várias complicações impostas pelas restrições de biossegurança face à pandemia.

O videoclipe, estreado nesta sexta-feira, 4, foi realizado pela BlackRose, com direção de fotografia de Sebastião e produção executiva de Eva RapDiva.

RapDiva falou-nos também sobre esta fase em que tenta diversificar as sonoridades da sua música, vagueando entre o hip hop, a Kizomba e o Zouk. “Experiência”, como a própria intitula, que tem feito desde as últimas duas obras discográficas. A artista referiu também que o facto de trabalhar com nomes como Ary, Landrick, Heavy C e JP, ajudaram-na nesse processo e a “aprimorar a forma de o fazer”.

A frontalidade e transparência nas suas abordagens fazem-na não se importar com a forma como é vista pelos colegas no universo Hip-Hop. “Como angolana, penso em congregar estilos bons para mim e não será um ritmo português ou angolano que vai definir-me. Quem vai definir-me sou eu e sei perfeitamente o que sou e o que são as sonoridades que vou buscar e que estão associadas à pessoa que sou, luso-angolana”, comenta.

Este só é o pontapé de saída do próximo projeto de Eva RapDiva para entregar aos fãs. O aguardado EP tem sido produzido por vários produtores, em especial OG Vuino, que tem sido o mentor da rapper em estúdio. Nos seus próximos trabalho, Eva vai contar com participações de peso, uma delas, nada mais, nada menos que Sara Tavares.

Quando questionada se sente-se pressionada por não lançar novas músicas constantemente, a artista responde prontamente que não, embora agradecer pelo fato de a pressão existe porque as pessoas querem mais de si. “Se não estiver confortável a 100% as coisas podem não resultar. O melhor momento em que decido lançar uma música é por influência minha e não por decisão externa”, completou.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB