PUB
O elenco do filme Os Miseráveis no Festival de Cannes ©Dominique Charriau/Getty

“Allez” que já começou a 22ª edição da Festa do Cinema Francês

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Está fechado o programa para a 22ª edição da Festa do Cinema Francês. O programa, que pretende olhar para as novas vozes da indústria cinematográfica gaulesa, tem início no dia 7 de outubro e termina no dia 31. Ao todo, serão exibidos 50 filmes. O nosso destaque na programação vai para o aclamado Os Miseráveis, de Ladj Ly.

Desenvolvido em parceria com a ACID, o evento conta com um ciclo de cinema Fantástico, o programa Segunda Chance, que dará uma segunda oportunidade a filmes estreados durante a pandemia, e uma programação escolar e infanto-juvenil.

No total serão mais de 50 filmes dedicados ao cinema de expressão francesa que, de 7 a 31 de outubro, vão passar por nove cidades, complementando-se com um programa especial online em parceria com a plataforma Filmin.

Continuando o trabalho iniciado na última edição, a Festa do Cinema Francês vai ainda reintroduzir dezasseis filmes estreados em período de pandemia, entre os quais Os Miseráveis de Ladj Ly.

A longa-metragem foi distinguida em fevereiro com os galardões Melhor Filme, Melhor Ator revelação, Melhor Montagem e César do Público, durante 45.ª edição dos prémios César. Na última edição dos Óscares, esteve também nomeado para Melhor Filme Internacional.

filme Les Misérables, de Ladj Ly, mostra o pior da desintegração das estruturas sociais e da violência policial nos subúrbios de Paris, “uma realidade que não pode continuar”, disse o realizador num evento da Cinemateca Americana.

“Para mim era muito importante fazer um filme justo, sem tomar partido dos polícias ou dos habitantes”, explicou Ladj Ly num evento de apresentação dos nomeados aos Globos de Ouro. “A realidade, que eu conheço muito bem, é que alguns polícias fazem bom trabalho e alguns comportam-se mal, e que há civis que são bons e outros que se portam mal”.

A ideia por detrás do filme surgiu após um incidente de extrema violência entre a polícia e os habitantes do bairro, muitos deles crianças e adolescentes de famílias imigrantes, há mais de dez anos. No entanto, o realizador autodidata teve dificuldades em conseguir financiamento para o projeto e só nos últimos dois anos, após uma versão curta do filme que venceu vários prémios, foi possível avançar.

A Festa do Cinema Francês é organizada pela produtora Jangada, apoiada pela Embaixada de França e o Institut français du Portugal, em parceria com a rede das Alliances Françaises em Portugal.

A 22ª edição do festival decorrerá nas seguintes datas: Lisboa (7 a 20 de outubro), Almada (12 a 16 de outubro), Oeiras (9, 10, 16, 17, 18 e 19 de outubro), Coimbra (12 a 16 de outubro), Porto (19 a 27 de Outubro), Braga (21 a 24 de outubro), Évora (28 a 31 de outubro), Viseu (28 a 31 de outubro) e Faro (21 a 24 de outubro).

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Coleção Black Power I

49,90 

PUB