PUB
Abdel Queta Tavares - Galeria Underdogs
Abdel Queta Tavares - Galeria Underdogs

Galeria Underdogs começa 2019 com exposição de Abdel Queta Tavares

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

De Guiné-Bissau para Portugal e depois para as terras da rainha Isabel, Reino Unido, falamos de Abdel Queta Tavares, fotógrafo, director criativo e stylist, que será o primeiro a expor este ano na galeria de Vhils, a Underdogs.

Na mesma galeria passarão ainda exposições dos iranianos Icy and Sot e da portuguesa Wasted Rita. A programação de 2019 da galeria Underdogs terá início em março, em Lisboa, que decorre em paralelo com o Programa de Arte Pública da plataforma criada por Alexandre Farto (Vhils) e Pauline Foessel, dividindo-se entre exposições, arte pública e produção de edições artísticas originais.

The Man Behind The Red Hat (em tradução livre: O homem por detrás do chapéu vermelho), como se auto-intitula e é conhecido tornou-se na sua marca de imagem. Os chapéus vermelhos que usa, ajudaram a caracterizar o seu efígie e renderam-lhe muitos convites, como a exposição em Macau, Alter Ego Macau, da qual já falamos aqui.

Sobre a exposição em Macau, “foi uma surpresa quando um dos curadores do projeto Alter Ego entrou em contacto comigo, realmente eu não estava a acreditar em tudo o que estava a ler no meu e-mail porque foi a primeira vez que fui convidado para participar num projeto desses”, afirma Abdel.

Agora com novas fotografias dedicadas ao seu trabalho, Abdel quer apresentar ao público português “Nha Fala”(A minha voz), a primeira exposição deste ano. A mostra será composta por retratos em médio e grande formato que, segundo a galeria, são a materialização da sua voz enquanto artista e também expressão da sua luta pelo reconhecimento. “Um reconhecimento que, para além da sua identidade pessoal, se estende às vozes do colorido universo de pessoas que tem vindo a agregar e a retratar no âmbito de um corpo de trabalho intitulado A Estética da Diversidade.”

A programação da galeria do n.º 56 da Rua Fernando Palha prosseguirá, em Abril, com uma exposição colectiva de artistas que já estiveram em Lisboa a convite da Underdogs, e que deixaram peças suas nas ruas, no âmbito do Programa de Arte Pública daquela plataforma. From the World, Made in Lisbon, estará patente entre 12 de Abril e 18 de Maio, reunindo trabalhos de André Saraiva, Anthony Lister, Clemens Behr, Cyrcle, Ernest Zacharevic, Felipe Pantone, Finok, Okuda San Miguel, Olivier Kosta-Théfaine, PichiAvo, PixelPancho, Shepard Fairey e WK Interact.

Para 24 de Maio está marcada a inauguração da primeira exposição em Portugal da dupla de irmãos iranianos, mas radicados nos Estados Unidos, Icy and Sot, que, “através dos seus murais, intervenções artísticas, vídeos e instalações, dão voz às suas perspectivas e preocupações sobre direitos humanos, capitalismo, justiça ecológica e questões sociais e políticas”. A mostra poderá ser visitada até 22 de Junho.

Em setembro haverá uma exposição colectiva com curadoria do artista brasileiro Marcelo Cidade, que reunirá trabalhos de quatro compatriotas –​ Coxas, Kaur, Sosek e Thiago Nevs; e para o final do ano estão previstas duas exposições de artistas portugueses que já se apresentaram a solo na galeria, Wasted Rita (18 de Outubro a 16 de Novembro) e Add Fuel (22 de Novembro a 22 de Dezembro).

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB