PUB

Gilmário Vemba, o angolano que comprou Portugal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Em Portugal, é a “estrela internacional” que esgota casas de espetáculos de Norte a Sul, é convidado para programas da televisão pública, faz aparições surpresa no prime time da manhã, do mesmo canal, para “gozar” com a apresentadora “queridinha” dos portugueses, é comentador de reality shows na TVI, faz duetos com um dos maiores cantores populares do país, é convidado especial nos shows de Anselmo Ralph, é solicitado para podcasts afamados… a lista é interminável. Falamos, claro, de Gilmário Vemba.

O título deste artigo não é obviamente inocente. É em referência ao livro de Kalaf Epalanga que, além de reunir um conjunto de crónicas de um angolano que reflete sobre o quotidiano lisboeta, recorda como ser angolano em Portugal há pouco mais de dez anos – altura da austeridade em Portugal e que reportava Angola como um el dorado, devido à fluidez financeira propiciada, sobretudo, pela indústria petrolífera – era sinónimo de ostentação.

Neste caso em específico, o eterno Ti Martins [uma das suas personagens humorísticas mais famosas] não anda a congestionar as caixas registradoras da Zara ou de qualquer marca de luxo da Avenida da Liberdade mas, por onde tem passado, tem andado a ostentar o seu talento, a arte de fazer rir.

Nos últimos tempos, Gilmário é uma das estrelas da comédia e do Stand Up Comedy de maior projeção por terras lusas e, por isso, aproveitámos a oportunidade para falar com o artista, que foi em dezembro nomeado uma das Personalidades Negras Mais Influentes da Lusofonia, pela primeira edição da PowerList100.

Atualmente, a gozar de uma pausa profissional para celebrar as festas de fim de ano em Luanda, Gilmário falou com Eddie Pipocas, via Zoom, sobre como foi fácil a sua entrada no mercado português; como avalia os valores que cobra para atuar consoante o mercado do país onde realiza os seus espetáculos e as suas diferentes variantes; quem o inspira; a dificuldade angolana em diferenciar pessoas inteligentes das pessoas que falam abertamente o que pensam racionalmente; o episódio em que, num centro comercial lisboeta, foi seguido por um segurança, provavelmente devido ao seu forte índice de melanina e o humorista achava que era apenas perseguição de um fã; entre vários outros assuntos.

Faz play acima para ouvires a conversa na íntegra e descobrires algumas curiosidades sobre o humorista angolano Gilmário Vemba, que, com mais de um milhão e meio de seguidores só no Instagram, soma popularidade na sua terra natal, nos outros PALOP e em Portugal.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Victor Hugo Mendes

22,00 

PUB