PUB

Cabo Verde está à procura de 10 startups para levar à Web Summit

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Estamos à porta da última Web Summit em Portugal e as notícias sobre as marcas, startups e oradores que vão estar presentes no evento já começam a inundar a comunicação social internacional. No que toca à presença africana, Cabo Verde já revelou que está à procura de dez startups para a iniciativa GoGlobal, com as candidaturas abertas até ao dia 11 de setembro.

As principais áreas de atuação dessas startups deverão ser soluções em áreas chave como fintech, ambiente e energias renováveis, saúde, turismo e experiências, transportes, segurança, entre outros.

Esta iniciativa do Governo cabo-verdiano, através do Ministério da Economia Digital, visa levar 10 promotores de projectos de base tecnológica a Lisboa, acompanhados de representantes de instituições nacionais, para participar na Web Summit 2022, uma das maiores feiras de empreendedorismo e  tecnologia do mundo, que terá lugar de 01 a 04 Novembro. 

Cabo Verde irá participar com o stand a representar o país, pela terceira vez (2019, 2020, 2022), onde promoverá o ecossistema de inovação cabo-verdiano a nível internacional, através dos projetos das startups selecionadas, bem como dos parceiros do programa GoGlobal. 

A GoGlobal Web Summit 2022,  representa um esforço conjunto do Governo de Cabo Verde e entidades privadas nacionais, com o objetivo de criar uma oportunidade única, para empreendedores digitais, de estar em grandes certames internacionais, possibilitando o contato com o que de melhor se tem feito pelo mundo, a nível das inovações tecnológica, bem como possibilitar a internacionalização e o estabelecimento de parcerias. 

Assinaturas de protocolos, oportunidades de integração tecnológica, identificação de mentores e/ou financiadores, estabelecimento de contactos com experts de nível mundial, promoção de marca e do ecossistema cabo-verdiano, como atrativo para a prestação de serviços digitais, são os principais objetivos que reforçam o posicionamento desta iniciativa como “a maior plataforma de conexão, networking e visibilidade existente no país”.

Nas duas últimas edições da conferência, beneficiaram mais de duas dezenas de inovadores, que puderam integrar uma delegação cabo-verdiana, chefiada pelo Primeiro-Ministro, Ulisses Correia e Silva, numa jornada de quatro dias de imersão, networking, parcerias e promoção do ecossistema de inovação nacional.

O GoGblobal é operacionalizado pelo Cabo Verde Digital, um programa gerido pela Pró-Empresa e Direcção Geral das Telecomunicações e da Economia Digital (DGTED), em colaboração com uma rede de parceiros, instituições de referência no ecossistema de inovação nacional.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB