PUB
Guto

Ícones do hip-hop prestigiam Gutto em concerto de aniversário

Vários nomes do movimento hip hop e da música portuguesa em geral subiram ao palco do concerto de celebração dos 20 anos do álbum Private Show, de Gutto. O evento aconteceu na noite de 10 de novembro, para homenagear uma das maiores referências da cultura hip hop da lusofonia, que no mesmo dia registou também o seu 50.º aniversário.

O espetáculo e festa de aniversário teve um conceito diferente do habitual, os artistas participantes foram convidados a interpretar com o anfitrião os seus temas favoritos do aclamado Private Show, o primeiro álbum de R&B lançado em Portugal.

Entre ícones do mundo do rap e outros nomes, destacamos a participação de Bambino na música “Gutto tava aqui”, Virgul no tema “Já (quero-te)”, Valete na música “Hey a noite é aqui” e ao “Rei da Linha de Sintra” NGA foi entregue a responsabilidade de cantar um verso no famoso tema “Suely”, que o fez com um tempero à angolana.

Não se fala de Gutto sem AC e vice-versa. O Boss não faltou a esta noite de dupla celebração, em que juntos escreveram mais um capítulo de uma amizade que vai além da música. Ao falar do amigo, Gutto creditou Boss AC pela escrita da sua música mais conhecida, “Debaixo dos lençóis”, que interpretou de seguida. Boss AC, que não planeava subir ao palco, não resistiu e surpreendeu o amigo a quem chamou de irmão e partilhou palavras de admiração profunda.

Outros nomes como Annia e Loony Johnson também proporcionaram momentos agradáveis em palco com o anfitrião, sem esquecer Diana Lucas que, com uma performance eletrizante, gerou emoções difíceis de descrever no tema “Às Vezes (é mentira)”. A jovem Núria (sobrinha da família que é a banda que acompanha Gutto) que participou no tema “Quero mais”, agendado para encerrar o espetáculo.

Houve ainda tempo algumas interpretações de temas populares dos Black Company, o que levou Gutto e Bambino a voltarem ao tempo nos clássicos “Gina”, “Pura Ressaca” e “Nadar”.

A noite não terminou sem a entoação de “Parabéns a Você” num ambiente reservado a familiares e amigos, seguido do corte do bolo da idade de ouro. Questionado pela nossa equipa sobre o que significou cantar no evento, Valete diz ter sido “uma cena incrível por ser fã” e sentiu-se lisonjeado por ter sido convidado, visto que Gutto é um dos seus ídolos.

Se o momento serviu para recordar tempos áureos da música urbana feita em Portugal, em que o streaming ainda era apenas um protótipo de sonho, serviu também para ter a certeza que não veremos Gutto de volta aos palcos, pelo menos, num futuro próximo. O artista diz que “agora, é hora de descansar”.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB