PUB

Estes são os atletas negros mais bem pagos de 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O top da lista dos atletas mais bem pagos do mundo está disponível e conta com nomes de desportistas negros de alta performance de diferentes modalidades desportivas, como LeBron James, Kevin Durant, Stephen Curry, Neymar, entre outros.

A tradicional lista anual publicada pela Forbes é liderada pelo jogador argentino Lionel Messi (com 130 milhões de dólares) mas é composta maioritariamente por desportistas negros, sobretudo basquetebolistas.

Em sentido descendente, LeBron aparece logo no segundo lugar da lista com uma faturação de 121,2 milhões de dólares, sendo que 41,2 milhões são feitos em campo e 80 milhões fora das quatro linhas com, por exemplo, contratos de publicidade ou participações em filmes. No ano passado, James foi a estrela de Space Jam: Novo Legado e criou o seu talkshow, The Shop, da HBO, que imigrou para o YouTube. Em outubro, o atleta vendeu a sua participação minoritária significativa na SpringHill por cerca de 725 milhões de dólares, aumentando ao seu património líquido para 850 milhões.

O camisola 10 do PSG, Neymar Jr. surge na lista na posição número quatro, com uma faturação nos últimos meses que totaliza 95 milhões de dólares. Deste valor, 70 milhões correspondem aos ganhos dcom o futebol e 25 milhões de dólares aos contratos que acumula fora das quatro linhas. Neymar tem uma rede valiosa de parcerias e ativações, como é o caso da Red Bull, que promove o torneio de futebol Red Bull Neymar Jr’s Five, e a Puma, da qual é representante desde 2020.

Para fechar o top 5 há ainda Stephen Curry. O jogador do Golden State Warriors da NBA lucrou 92,8 milhões de dólares em 12 meses, sendo que 45,8 milhões advém do contrato desportivo e os 47 milhões que sobram saem dos investimentos em NFTs, ações e outros

Ainda nenhum jogador da NBA ganhou mais dinheiro que Curry na atual temporada. Com ainda os play-offs a acontecer, Curry vai ganhar cerca de 48 milhões dentro das quatro linhas na próxima temporada.

Depois de Curry, surge Kevin Durant do Brooklyn Nets, que faturou 92,1 milhões de dólares, com uma repartição de 42,1 milhões e 50 milhões dentro e fora do campo, respetivamente. A maior parte do seu bolo monetário vem do acordo com a CoinBase, NBA Top Shot, Weedmaps, a empresa de investimentos Thirty Five Ventures e com a empresa de media Boardroom.

A surpresa da lista é Gianni Antetokounmpo, que aparece pela primeira vez no top dez dos atletas mais bem pagos do mundo e é o único jogador que ali figura com menos de 30 anos.

O jogador greco dos Millwaukee Bucks, que assinou um contrato de cinco anos por 228 milhões de dólares em 2020 – o maior da NBA em valor total – consta entre os investidores da plataforma revendedora de relógios WatchBox, sendo que financiaria 165 milhões à empresa.

O jogador assinou um deal com a NFT NFTSTAR, com o telemóvel Google Pixel 6 e a gigante app de mensagens instantâneas Whatsapp.

Além destes, também estão na lista o português Cristiano Ronaldo, no terceiro lugar com 115 milhões de dólares; o tenista suíço Roger Federer com 90,7 milhões de dólares em sétimo; Canelo Alvarez, boxista mexicano com 90 milhões de dólares em oitavo; e Tom Brady, o quarterback dos Tampa Bay Buccaneers da National Football League – NFL dos Estados Unidos, aparece em nono com 83,9 milhões de dólares.

Segundo a Forbes, os dez atletas mais bem pagos do mundo lucraram mais de 900 milhões nos últimos 12 meses, o que representa uma queda de 6% em relação ao ano de 2021. A queda está ligada à ausência de Conor McGregor do top 10, que no ano passado fez nada mais que 150 milhões de dólares com vendas da sua marca de uísque, a Proper No. Twelve.

Segundo a Forbes, a avaliação dos atletas mais bem pagos do mundo incluem todos os prémios em dinheiro, salário e bónus adquiridos entre dia 1 de maio de 2021 e 1 de maio de 2022. No caso em que jogadores continuam a ser pagos depois de maio por uma temporada regular, como a NBA e o futebol da Europa, a temporada inteira é atribuída ao emolumento salarial do jogador, incluindo os bónus dos playoff para o caso da NBA e NFL.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Coleção Black Power II

16,90 

PUB