PUB
SPARK

Torres da SPARK na Malásia: Quando a arte toma conta da arquitetura

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A equipa de designers e pensadores da SPARK, sediada em Cingapura, Xangai e Londres, que trabalham nas áreas de arquitetura, urbanismo, design de interiores, paisagismo, pesquisa e branding, acabou de terminar um edifício Arte S em Jalan Bukit Gambier, em Penang, na Malásia.
O complexo residencial tem como base um par de torres com 460 apartamentos, com acesso ​​através de elevadores privados. A torre mais alta tem 180 metros.
O projeto foi encomendado pela Nusmetro, promotora de propriedades da Malásia, que pediu à SPARK para projetar o edifício e também a paisagem circundante às duas torres. Com um semblante curvilíneo, o terraço de ambos os edifícios é partilhado.
SPARK
A geometria das duas torres foi gerada pela extrusão de uma placa de piso elíptica, aumentada pela adição de uma forma de onda brise-soleil que é sutilmente girada em cada nível do piso para alcançar a aparência torcida do edifício. A torre ocidental, a mais alta das duas estruturas, comporta 50 andares, enquanto a segunda torre tem 32.
A torre mais alta tem um jardim no 35.º andar, que pode acomodar até 60 pessoas para eventos, e num segundo espaço mais reservado há ainda um jacuzzi. De frente para a piscina, no terraço, podemos ainda ver um ginásio.
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK
SPARK

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB