Procurar
Close this search box.

ARINN: A mestria da geometria angolana

arinn

Entre a imensidão de marcas de lifestyle que se multiplicam em perfis de redes sociais, torna-se díficil encontrar marcas que se destacam não somente pela comunicação mas pela irreverência e pelo uso da cor. Como as excepções fazem a regra, encontramos ARINN, uma marca de moda angolana que promete falar com mulheres independentes, corajosas e donas de si mesmo. Como? Leia a entrevista que o Marcas por Escrever fez a Aline Rousseaux, a fundadora da marca.

A ARINN é uma marca assumidamente angolana e que surgiu há relativamente pouco tempo. Como é que foram os primeiros passos da marca?

A marca foi inicialmente fundada pela Aline Rousseaux, uma mulher franco angolana. Pouco tempo depois, poucos meses, a Carolina Dos Santos, uma das amigas mais próximas, juntou-se ao projecto e é socia-gerente da empresa.  

A ideia da marca surgiu com a vontade de trazer roupas de estilos e cortes contemporâneos e acessíveis à mulher angolana e expandir para o mundo a cultura africana, as nossas raízes.

Aline Rousseaux, a fundadora

 As principais influências da marca são as cores e os panos africanos misturados duma maneira mais moderna e subtil.  

Num mundo em que já existem tantas marcas e tantos projectos de lifestyle. Como é que vocês caracterizam o vosso trabalho?

A ARINN é uma marca de slow fashion, quer dizer que mandamos fazer pequenas quantidades para garantir que vamos vender tudo, temos poucos lançamentos e nunca fazemos reposição pra garantir a exclusividade do nosso produto e evitar o sob consumo. Temos também cuidados em pequenos detalhes como os nossos sacos de venda que são recicláveis. 

Qual é que é a vossa expectativa de crescimento?

A nossa expectativa é poder expandir a nivel internacional para continuar a partilhar a nossa cultura angolana com o mundo. Tentamos também propor novos produtos como os nossos novos fatos de banho, que lançamos neste verão e roupas masculina que ainda não temos mas está nos planos para o futuro próximo.

Uma última pergunta, que se calhar deveria ter sido a primeira. Estão a comunicar com que público?

O nosso publico alvo, que costumamos chamar de mulher ARINN, são todas as mulheres donas de si mesmas, independentes, fortes, corajosas, femininas, que sabem o que querem e que sobretudo gostam de cores!

Acompanhem todas as novidades da marca através do Instagram oficial

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

Procurar
Close this search box.

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES