Procurar
Close this search box.

Coca-Cola Moçambique fomenta o  empoderamento feminino

coca cola

A CocaCola Moçambique Sabco concluiu recentemente uma formação em manuseamento e processamento de resíduos sólidos, resultante de uma acção direccionada para a mulher moçambicana.

A entrega dos certificados às 50 participantes foi presenciada pelo Governador da Provincia de Maputo, Júlio Paruque, sendo que no âmbito da entrega também foram entregues carrinhas para o transporte de material reciclado.

Importa referir que esta capacitação resulta do desafio ambiental global, lançado em 2018 pela Coca-Cola, com o lema “Mundo sem Resíduos”. Atendendo às emergências climáticas, a empresa em causa procedeu à alteração significativa das suas embalegens, de forma a contribuir para um processamento sustentável, propondo desta feita a reciclagem de 100% das garrafas disponíveis no mercado nacional, como tem sido prática em outros mercados.

Para o cumprimento deste grande desafio, as mulheres foram capacitadas em matéria de saúde e segurança, tendo sido abordadas directrizes para a recolha e classificação de resíduos, e integradas numa abordagem que impactou cerca de 1500 colectores em todo o país.

Segundo Francisco Tembe, Director de Comunicação de Relações Públicas da Coca-Cola, “a empresa pretende alcançar 100% do retorno dos materiais, obedecendo a um ciclo completo, que permita a reciclagem e a posterior reintrodução na cadeia de comercialização de refrigerantes, sendo esse um desafio que poderá ser ultrapassado, visto este ser o nosso maior objectivo, eliminando desaa forma os resíduos sólidos descartados, e contribuindo para a protecção do ambiente da emissão dos gases com efeito estufa”.

Desde o início do projecto, anualmente a Coca Cola tem tido uma retorno médio de cerca de 70% das garrafas introduzidas no mercado para a comercialização, tendo contríbuido para tal a criação de um mercado onde o quilograma de resíduos tem um retorno de 10 meticais.

Para Júlio Paruque, Governador da província de Maputo, “esta é uma oportunidade para os grupos vulneráveis, que passarão a ganhar algum rendimento através deste trabalho. Este é o primeiro rebento, que se multiplicou, e actualmente resulta na formação de 1500 mulheres formadas e que vai apoiar na gestão dos resíduos, numa altura em que a produção diária dos resíduos ascende a duas toneladas. A Coca-Cola está a apoiar de forma concreta, eliminando resíduos no ambiente e exponenciando o rendimento da mulher moçambicana. Este é um exemplo que deve influenciar outras indústrias na gestão de resíduos, principalmente os gerados na sua cadeia produtiva”, concluíu Paruque.

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

Procurar
Close this search box.

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES