Procurar
Close this search box.

O meu cartão é melhor que o teu

ted lasso

A Olivia Pope não precisa de cartões de visita. Ela é a Olivia e isso basta-lhe.

Já para nós, comuns mortais e profissionais na luta diária para marcar uma boa impressão ao primeiro contacto, há a necessidade de ter um cartão memorável. Sim, senhores, lamento informar-vos que já não chega ter um simples cartão de visita branco com o nome, morada, número de telefone e e-mail. Lembro-me que quando comecei a trabalhar, ter um cartão de visita era sinónimo de que a empresa queria mesmo que eu fizesse parte da sua equipa. O pensamento era mais ou menos este:

‘Até me fizeram um cartão de visita’.

Havia um orgulho gigantesco quando alguém enviava um e-mail para que confirmássemos se os dados estavam todos certos. A verdade é que esse sentido ainda existe e há um sorriso tímido de orgulho quando as empresas confirmam o seu empenho com este ‘pequeno investimento’ nos seus recursos humanos.

No entanto, também é certo que cada vez, trocamos cartões de visita pessoais, muito resultado do crescente investimento em marketing pessoal. E nesse campeonato, convém que o papel que vai cair na carteira do seu interlocutor seja mais interessante do que o do seu colega.

Os cartões de visita não precisam de ser origamis

Mas têm que demonstrar, de alguma forma, alguma singularidade, quer seja com uma frase, pelo layout, pelo grafismo, pelo material ou pela disposição dos dados. A originalidade é uma premissa desigual, já que nem todos fomos abençoados da mesma forma, mas pode fazer maravilhas no momento em que depois de dois dedos de conversa, entrega o seu cartão de visita a alguém.

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

Procurar
Close this search box.

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES