Procurar
Close this search box.

Vodacom Moçambique forma cerca de 300 raparigas com Code Like a Girl

vodacom

Cerca de 300 raparigas foram formadas em programação básica através do Programa Code Like a Girl promovido pela Vodacom Moçambique.

Para o presente programa de formação, foram seleccionadas cerca de 40 raparigas em cada escola, tendo iniciado o programa sem saberem utilizar um computador, contudo, após uma formação intensiva, puderam criar um website básica utilizando HTML, CSS e JavaScript. No total, foram formadas 337 raparigas no sul e centro do país.

Para o sucesso desta iniciativa, a Vodacom Moçambique, contou com o envolvimento de algumas comunidades entendidas na matéria como são os casos da MozDevz, Maputo Frontenders e WansaTI Lab, que mobilizaram mais de vinte voluntários que foram a todas as escolas onde o projecto foi realizado.

No entanto, o Programa Code Like a Girl já formou mais de 717 raparigas a nível nacional. Este programa, destina-se a raparigas entre os 14 e os 18 anos e visa desenvolver um conjunto de competências em programação, bem como expô-las a carreiras em Ciência, Tecnologia, Engenharia, e Matemática.

De acordo com a Directora de Recursos Humanos da Vodacom Moçambique, Kátia Meggy

“O objectivo de assegurar maior cobertura e oferecer às jovens moçambicanas fora de Maputo as oportunidades de desenvolvimento que proporcionamos através deste programa. Observamos das raparigas formadas que existe muita capacidade de assimilação, e compreendemos que é a coisa certa a fazer se quisermos acelerar a integração das mulheres em campos de STEM”.

Kátia Meggy, Directora de Recursos Humanos da Vodacom Moçambique

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

Procurar
Close this search box.

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES