PUB
Mastiksoul

Depois de criar hino para a controversa candidatura do PSD à Amadora, Mastiksoul condenado por violência doméstica

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O DJ e produtor Mastiksoul, que há pouco tempo foi notícia por ser o autor do hino de candidatura da controversa Suzana Garcia à Câmara Municipal da Amadora, acaba de ser condenado por violência doméstica contra a ex-companheira e o filho de três anos, avançou o jornal português Correio da Manhã.

O músico terá sido condenado pelo Tribunal de Torres Vedras a uma pena de prisão suspensa de dois anos e três meses, proibição de se aproximar a menos de 500 metros da vítima, ao pagamento de uma indemnização de 2500 euros à ex-companheira, além de ficar obrigado a frequentar um curso de reabilitação para agressores, escreveu a mesma publicação.

Nascido em Angola, em 1977, Mastiksoul tem uma carreira consolidada dentro da música eletrónica. As suas últimas músicas de maior sucesso foram “Gasosa”, com Laton Cordeiro e “Tou Na Moda”, com Los Manitos e a sua lista de colaborações conta com nomes como Anselmo Ralph, Nelson Freitas, Mariza, Shaggy, entre outros.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

WP Post Author

PUB