PUB
Sharam Diniz, em "Mulher", curta de Dércio Tomás Ferreira | DR
Sharam Diniz, em "Mulher", curta de Dércio Tomás Ferreira | DR

Sharam Diniz é protagonista de nova curta de Dércio Tomás Ferreira

“Mulher” é a mais nova curta-metragem do dramaturgo e realizador Dércio Tomás Ferreira, estreada nesta terça-feira, 27 de setembro. A curta tem como protagonistas a modelo e atriz Sharam Diniz, num papel nunca antes visto, e Danilo Francisco, um jovem ator em ascensão.

A ideia da produção deste filme surge inspirada na frase “mulher é trabalho”, popularmente repetida em Angola. “Era para representar um pouco a ênfase que se tem dado ao facto de os homens não estarem a saber lidar com o novo paradigma de liberdade feminina e o tal “trabalho”, mas de maneira cinematográfica”, disse-nos Dércio Tomás Ferreira.

Sharam Diniz veste as vestes de uma aguerrida lutadora, que tem de se libertar dos seus carcereiros. As cenas de luta à Hollywood prometem colar o telespectador à cadeira.

Numa excêntrica disputa de punhos e com excertos de comédia, esta ação-comédia realizada e coreografada por Dércio, explora aspetos pouco comuns no cinema angolano, dando especial atenção à cinematografia, cuja parte da iluminação esteve nas mãos de Johel Almeida, criador da produtora de videoclipes AfroDigital.

Esta produção acaba por ser mais uma mostra de que criadores independentes podem dar à luz projetos de qualidade com muito pouco (ou quase nada). Afinal, Mulher teve um orçamento de 120 euros. “O custo monetário foi o de menos, o mais difícil e dispendioso foi o tempo. O tempo, a vontade e o compromisso de todos os envolvidos no projeto. Que no final de tudo, vale bem mais que estes 120 euros”, sublinhou Dércio.

Como já é habitual nas produções de Dércio Tomás Ferreira, os produtores executivos do projeto foram Sílvio Nascimento, Rahiz e o próprio Dércio. Outros produtores envolvidos foram Ciomara Morais e a produtora B.O.B.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB