PUB
Nanu & Pelé | DR
Nanu & Pelé | DR

Nanu e Pelé, os dois expoentes da Guiné-Bissau na CAN

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Faltam poucos dias para a bola rolar nos Camarões e, pela terceira vez, os Djurtus vão entrar na disputa pelo título de campeões africanos, na edição de 2022 do CAN. O campeonato arranca no próximo domingo, 9 de janeiro e a seleção da Guiné Bissau encontra-se no grupo D, juntamente com Sudão, Nigéria e Egito.

Além da Guiné, a competição vai contar também com a participação de Cabo Verde, as únicas equipas dos PALOP a qualificarem-se para o torneio.

No plantel da Guiné-Bissau há dois nomes que fazem parte do alto escalão do futebol mundial: Nanu e Pelé.

Nanu – Futebol Clube do Porto

Eulânio Ângelo Chipela Gomes, ou simplemeste Nanu, é defesa do Futebol Clube do Porto e é um dos nomes escolhidos por Baciro Candé.

Filho de pai guineense e de mãe angolana, Nanu nasceu em Coimbra em 1994 e começou o seu trajeto no futebol muito novo. O início da sua carreira juvenil deu-se em 2003 na Associação Desportiva de Taboeira, em Aveiro; passando pelo Benfica no período de 2006 a 2011 e Beira-Mar entre 2011 e 2013.

A sua transição dos juvenis para os séniores partiu do Beira-Mar, onde fez a sua estreia contra o Portimonense, num dos jogos da Taça da Liga na temporada de 2013-2014. Seguiu-se a Segunda Liga, onde estreou-se contra o Porto B.

O seu nome começou a chamar a atenção em 2018, quando saiu da equipa B do Marítimo para o plantel principal. Atualmente, o djurtu joga no Porto e ainda carrega consigo o número 31 nas costas.

O jogador estreou-se a defender a seleção da Guiné-Bissau em 2019, num jogo amigável contra a seleção de Angola.

Pelé – AS Mónaco

Judilson Gomes, conhecido no mundo desportivo como Pelé, tem 30 anos. Começou a carreira com 15, jogando no plantel principal do Belenenses até 2009.

O jogador já passou em clubes como o AC Milão, onde permaneceu de 2011 a 2015, tendo tempos depois ido para o Arsenal de Kiev, na Ucrânia, Olhanense, Benfica, Paços de Ferreira e Belenenses por empréstimo, permanecendo no campeonato português até 2018 a serviço do Rio Ave, onde assinou um contrato de cinco anos.

Com a camisola do Rio Ave, o jogador marcou 7 golos em 37 jogos oficiais e foi umas das figuras principais para a qualificação da equipa na segunda fase de qualificação da Liga Europa.

Em 2018, Pelé assinou um contrato de cinco anos com o AS Mônaco. A sua estreia na competição aconteceu no final de setembro e logo provou o primeiro sabor da derrota.

Um detalhe curioso sobre Pelé, o facto de ter passado primeiro pela seleção de Portugal até 2011. Jogou duas vezes pela equipa das quinas para a qualificação do Campeonato da Europa de Sub-19 em 2010, como suplente e não chegou a ser convocado à fase final da qualificação.

Pelé pisou o campo pela primeira vez com os djurtus em junho de 2017, quando a seleção guineense venceu a Namíbia por 1-0, a contar para a Taça de África das Nações Eliminatórias.

A seleção da Guiné tem o seu primeiro jogo marcado para 11 de janeiro, frente ao Sudão, em Garoua. Ao todo, a CAN vai ter um total de 52 jogos disputados em seis estádios, em cinco cidades diferentes: Yaoundé, Douala, Limbé, Bafoussam e Garoua.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB