PUB

Os artigos mais clicados da semana | 11 a 17 set

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A lista dos mais clicados dos últimos sete dias de setembro é liderada pela entrevista com o cantor angolano Toty Sa’med, que acaba de lançar novo single enquanto prepara o álbum de estreia. No ranking, segue-se em segundo lugar a estreia do documentário Daniel e Daniela, que reflete sobre a transmissão de legado e de pensamento crítico de um pai cabo-verdiano à filha pré-adolescente; em terceiro ficou o lançamento do novo clipe de Mirza; em quarto, o artigo de opinião de André Forte sobre a polémica racial à volta do filme Pequena Sereia, afrofuturismo e o mito de Drexciya”; por fim, o manifesto de coletivos negros que pedem justiça por Daniel Rodrigues e Danijoy Pontes, encontrados morto no Estabelecimento Prisional de Lisboa em 2021.

1 – O “ANTES E DEPOIS” DE TOTY SA’MED COM O POP À MISTURA

Até muito recentemente, Toty Sa’Med encarnou o papel de gavinha entre as novas gerações e a Música Popular Angolana (MPA), ao reintepretar e adaptar às sonoridades modernas clássicos de eruditos da MPA, como Ruy Mingas, Bonga ou Artur Nunes.

Hoje, a viver em Lisboa desde 2020 e depois de difundir o seu nome como exímio produtor, cantor, compositor e multi-instrumentista em Angola, Toty está investido em lançar para o público as suas diferentes facetas artísticas. O resultado dessa necessidade surge com “Antes e Depois”, o seu novo single, que desprende-se das influências do jazz e pende para o pop, sempre com a MPA na pauta. “Este Toty não é novo, é um Toty que surge agora aos ouvidos das pessoas. O meu background é muito pop, eu é que escolhi um caminho mais jazz no princípio, para o meu EP [Ingombota, 2016, Musseke], mas mesmo o “Maldita” já pega um bocadinho da cultura pop. Treinei-me muito como guitarrista e isso transparece muito no “Maldita”, mas como tenho outras nuances, quis explorar mais isso. Além também do facto de querer mostrar que, como escrevo para outras pessoas assim, também posso escrever para mim assim”, confidenciou-nos o músico em conversa telefónica com Eddie Pipocas.

2 – “DANIEL E DANIELA”, UM FILME SOBRE PENSAMENTO CRÍTICO E LEGADO

Daniel e Daniela é um documentário sobre a viagem de pai (83 anos) e filha (12 anos) às origens africanas e que explora o tema do colonialismo, da afirmação racial e do desenvolvimento do continente africano. Realizado pela autora e jornalista portuguesa Sofia Pinto Coelho, o filme tem estreia marcada nesta quarta-feira 14, na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa.

3 – “DEAR GOD” DE MIRZA JÁ TEM VIDEOCLIPE

“Dear God” é a última canção do EP de estreia de Mirza Lauchand, Híbrido Vol.1. O novo videoclipe do músico luso-moçambicano estreia-se agora no YouTube, cerca de um ano depois de termos conhecido o EP.

4 – O MITO DE DREXCIYA: AFROFUTURISMO E REPRESENTAÇÃO

André Forte, crítico de música, sobretudo, afrodescendente – porque acredita que “é de lá que virá o futuro” -, escreveu-nos um artigo de opinião onde explora a “não polémica” sobre o novo live action da Disney para falar sobre Afrofuturismo, as suas origens e o seu lugar além das subculturas.

5 – MANIFESTO: ENTRARAM VIVOS E SAÍRAM MORTOS!

Um ano de luto, sem Justiça. As famílias de Daniel Rodrigues e Danijoy Pontes – que morreram no dia 15 de setembro de 2021, no Estabelecimento Prisional de Lisboa (EPL) – ainda hoje não têm respostas concretas sobre a causa de morte dos dois jovens.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB