Procurar
Close this search box.

Papillon e Kady no cartaz do Super Bock em Stock

Papillon, O Sol da Caparica 2022 | ©BANTUMEN/ João Moreno e Olson Ferreira
Papillon, O Sol da Caparica 2022 | ©BANTUMEN/ João Moreno e Olson Ferreira

Arranca esta sexta-feira (25), o festival Super Bock em Stock, que regressa à Avenida da Liberdade (Lisboa), com dois dias de festival, em dez salas e com mais de 50 artistas no cartaz.

Nos dias 25 e 26 de novembro, os festivaleiros vão poder ver e ouvir os seus artistas favoritos com concertos de apresentação de novos trabalhos e álbuns, como de Papillon com Jony Driver.

Kady vai apresentar Lumenara, Ana Moura, “Casa Guilhermina”, e Céu, “Um gosto de sol”, o espetáculo de David Bruno, com a participação de Gisela João, Rui Reininho, Marlon Brandão e Mike El Nite, o regresso dos Pluto, banda de Manel Cruz, a estreia do novo projeto do guitarrista dos Xutos & Pontapés João Cabeleira, Motor, o concerto dos Atalaia Airlines com Big Band e David Bruno, Mike El Nite, Iguana Garcia, João Sala, Alexandre Guerreiro e Filipe Carlsson como convidados, e o concerto dos dez anos de carreira dos Miami Horror.

Os concertos vão dividir-se por dez palcos: sala Manoel de Oliveira, sala 2 e sala 3 do Cinema São Jorge, Capitólio, Garagem da EPAL, palco e bar do Coliseu dos Recreios, interior e pátio da Casa do Alentejo, Estação Ferroviária do Rossio, Sociedade Portuguesa de Geografia e o autocarro Super Bock, que percorrerá a avenida da Liberdade.

Neste festival, o desafio é “conhecer os nomes que vão preencher os cartazes dos grandes festivais de verão em anos futuros”.

Desde 2008, já passaram pelo Super Bock em Stock, que também já se chamou Mexefest, artistas e bandas como Alt-J, Beach House, Benjamin Clementine, James Blake, Janelle Monáe, Jungle, Likke Li, Michael Kiwanuka, Perfume Genius, Santogold, Sports Team, St. Vincent, Toro Y Moi, Whitney e Woodkid, “antes de terem o reconhecimento que têm hoje” salienta a promotora Música no Coração.

Além dos espetáculos, o cartaz do festival inclui dois debates, promovidos pela rádio SBSR.fm. Na sexta-feira discute-se “Como lidar com a nova música nacional” e, no sábado, “A música como plataforma da diversidade de género”. Além dos espetáculos, o cartaz do festival inclui dois debates, promovidos pela rádio SBSR.fm. Na sexta-feira discute-se “Como lidar com a nova música nacional” e, no sábado, “A música como plataforma da diversidade de género”.

Podes ver o cartaz completo e os horários dos concertos aqui.

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

Procurar
Close this search box.

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES