PUB
Plutónio
Plutónio em "Tirar Bilhete" | Fotografia © Pluma

Quem supera Plutónio a “Tirar Bilhete” neste game?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Antes de 2021 fechar as portas, Plutónio atirou mais um som nas prateleiras de streaming. Com o instrumental de DJ Dadda, “Tirar Bilhete” também já tem o seu clipe no YouTube.

A união Plutónio e DJ Dadda é vitória certa, confirmada pela tripla Platina de “Cafeína” e pela meia centena de milhões de views que acumulam nos vários singles que já lançaram juntos.

Neste “Tirar Bilhete”, Plutónio foi até Los Colorines, dito “o bairro mais perigoso de Badajoz” (Espanha), que faz fronteira com Elvas (no sul de Portugal). Consigo, o artista levou toda a “sua tropa”, incluíndo a Pluma, que realizou o vídeo.

Nas imagens, Plutónio surge com o seu gang em clima de street, trajados de lilás e roxo (que significa canábis forte em linguagem urbana), representação simbólica do meio de subsistência de “cerca de 240 famílias” daquela zona, de acordo com o divulgado pela imprensa espanhola.

“Tirar Bilhete” nasceu com a voz de Plutónio mas foi gravado por Whag1 no beat de “easy Dadda” (Dj Dadda), recebendo um tratamento de mast e mixagem de André Tavares. Já o clipe oficial, teve a realização da Pluma, com os equipamentos da Klasszik, Jihad Kahwaji na coloração e fotografia, e a produção da Glitter (Grace Macedo e Thayline Oliveira) e Bridgetown (Cláudia Moniz).

Plutónio é um dos nomes que mais em alta esteve no rap game português este ano. Com mais de 300 mil ouvintes no Spotify; a lançar vídeos que superam sempre os anteriores e singles que dificilmente não chegam ao milhão de views, João Colaço aka Dudu para a família e amigos a meio do ano lançou ainda uma trilogia visual digna de um projeto cinematográfico e foi o protagonista de um dos momentos mais comentados do ano no rap tuga. A 22 de outubro de 2021 foi noticiado que Plutónio teria sido detido por posse ilegal de arma, numa investigação por tentativa de homicídio. A notícia foi avançada pelo Jornal de Notícias e replicada pela maioria dos meios de comunicação online mainstream portugueses, embora praticamente nenhum destes sequer acompanhe a carreira do artista ou divulgue as suas conquistas profissionais. Apesar das implicações sérias, tanto a nível pessoal como profissional, Plutónio usou o acontecimento revertendo-o a seu favor, quando quatro dias depois fez uma entrada triunfal em palco – na Queima das Fitas de Coimbra – vestido com o famoso fato laranja e acompanhado de dois atores na pele de agentes da autoridade.

Depois de um 2021 pleno, 2022 trás bons presságios para Plutónio. Começando eventualmente com o lançamento do seu próximo projeto, que de acordo com a nossa última entrevista, está em fase de produção.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Victor Hugo Mendes

21,00 

PUB