PUB

“Para Que Fique Bem Escurecido” já tem nova edição

Sandra Baldé, conhecida nas redes sociais como @umafricana, acaba de lançar a terceira edição do seu primeiro livro, Para Que Fique Bem Escurecido.

Com uma apresentação neste domingo, 11, na Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa, a autora, DJ e criadora de conteúdos digitais rodeou-se de amigos, amigas, seguidores e leitores para falar sobre esta aventura literária que começou com uma primeira edição digital.

Num primeiro encontro com Sandra Baldé, em fevereiro deste ano, a jovem autora explicou-nos que Para Que Fique Bem Escurecido é um manifesto que reúne cartas de amor redigidas a outras mulheres pretas. “É um livro sincero, íntimo e cru. Escrevi a pensar nelas e para elas. Mas é claro que toda a gente o pode ler”, sobretudo quando a leitura é acompanhada pela empatia de quem se coloca na posição da outra, desprovida de filtros e privilégios. “Embora seja um livro onde uso muito a ficção na narrativa, muito de mim está ali, em coisas que nunca tinha falado tão abertamente em qualquer outro lugar”.

O livro é uma produção independente e não está à venda nas livrarias mas Sandra afirma que as vendas estão a correr melhor do que esperado – não estivesse ele na terceira edição.

Heloísa Quiala e António Costa da BANTUMEN estiveram presentes no evento intimista e chegaram à fala com a autora e DJ. O sucesso do livro, o comprometimento com a recente carreira de DJ, foram alguns dos temas abordados e que podes ouvir e ver através do vídeo acima.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB