PUB
Sou Quarteira
Foto: Miguel Roque / BANTUMEN

Vem aí mais um Sou Quarteira e desta vez é “Ela Por Ela”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O movimento Sou Quarteira acaba de anunciar uma edição especial, que acontece já no dia 1 de outubro, no Bairro da Abelheira em Quarteira (Algarve/Portugal), e que apresenta um cartaz composto exclusivamente por artistas mulheres, sob o mote “Ela por Ela”.

Esta edição de 2022, totalmente gratuita, conta com concertos de Nenny, Kady que convida Nayela, Soluna e Éllàh, das Batukadeiras que convidam as artistas locais Isa de Brito e Alícia Rosa e da DJ San Farafina, sensibilizando para uma maior representatividade e presença de artistas femininas nos grandes cartazes de Festivais, não só nacionais como Europeus. Outra das novidades é o facto do evento tomar conta do Bairro da Abelheira no âmbito dos 30 anos do Programa Especial de Realojamento, com o intuito de envolver toda a comunidade e as associações locais, numa experiência única e imersível.

Além da música, a programação contará ainda com uma área dedicada ao empoderamento feminino, com o “Programa de liderança Feminina”, direcionado às futuras gerações de Quarteira, através de um workshop feito em colaboração com a associação Girls For Girls Portugal. O programa visa oferecer através de diferentes sessões um programa de impacto social direcionado a raparigas e jovens mulheres locais. Juntos, e reunindo experiências de líderes femininas e mentoras, a organização propõe-se a ajudar as futuras líderes de Quarteira a fortalecer a sua confiança e a amplificar a sua voz.

Um evento que vai envolver num único dia toda a comunidade local, esta é a garantia do Movimento “Sou Quarteira”, criado por Naomi Guerreiro, Inês Oliveira, Dino D’Santiago e Miguel Jacinto. Esta edição, para além de celebrar Quarteira num dos seus bairros mais genuínos, com as suas gentes e todos os seus visitantes, pretende também alertar e sensibilizar para o paradigma cultural que se vive nos dias de hoje, combatendo a falta de espaço dado às artistas femininas.

“Se a música contemporânea mais ouvida é imaginada, escrita e produzida em bairros sociais… Porque é raramente celebrada no local da sua génese? Em 2022 “Ela por Ela” será levado ao Bairro da Abelheira, com o objetivo de desenvolver e apresentar propostas de entretenimento solidário e redefinir formas de crescimento no contexto de um bairro multifacetado e multicultural. Vamos levar Quarteira ao Mundo e trazer quarteira ao Mundo. E vamos dar todo o destaque a Mulheres que inspiram e celebram o estatuto igualitário do papel da Mulher na sociedade, dando novas oportunidades para as futuras gerações femininas da cidade”, sublinha o Movimento Sou Quarteira.

Nenny, cantora, compositora e rapper portuguesa de ascendência cabo-verdiana, a menina prodígio que tem conquistado o mundo, trará consigo um repertório que certamente passará desde o seu EP de estreia até ao seu mais recente single “Mar Azul”. A ela junta-se no cartaz a cantora e compositora Cabo Verdiana, Kady, que cresceu ao lado de figuras de destaque da música tradicional cabo-verdiana, e que preparou um concerto muito especial ao convidar as artistas emergentes Nayela, cantora-compositora e multi-instrumentalista angolana, nascida em Bruxelas, que combina na sua música, sem esforço, vulnerabilidade e nostalgia; Soluna, uma artista afrolatina sediada em Lisboa cujo potente som é uma mistura dos estilos pop afro e latino; e Éllàh, natural de Cabo Verde, que entre tantos projetos já foi back vocals da rainha da Pop, Madonna, e que a solo traz a raiz da música tradicional com mistura das diferentes sonoridades urbanas contemporâneas.

O Sou Quarteira contará também com as Batukadeiras X, composto por um conjunto de mulheres que interpretam peças de batuque, que em 2019 foram convidadas para participar no single «Batuka», de Madonna, e partiram em digressão com a cantora norte-americana e chegam agora ao Bairro da Abelheira. As Batukadeiras X convidaram ainda duas artistas locais de Quarteira, que recentemente figuraram no disco À Moda Quarteirense, Isa de Brito e Alícia Rosa, para partilhar consigo o palco, dando assim voz e visibilidade às mulheres artistas, também da região daquela região algarvia. O cartaz completa-se com a DJ de Montreal San Farafina, que junta os beats de clube com os sons afro contemporâneos, uma fusão de future bass, a natureza não refinada do garage e os ritmos erráticos do afro-house para criar uma história que só pode ser contada através do som.

O Movimento Sou Quarteira em parceria com a Câmara Municipal de Loulé, procura a longo termo, ter um impacto positivo na cidade tanto a nível social, cultural como económico. Pretende-se assim desencadear uma vaga de iniciativas, de confiança e de orgulho na cidade, promovendo a dinâmica de colaboração e profissionalização do talento local.

O movimento já deu e continua a dar voz a vários projetos: o Festival Sou Quarteira, a exposição e livro “Heróis”, o documentário #Sou365Dias, o Mural e um álbum “À Moda Quarteirense”.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB