PUB
Vix Russel
Fotografia: Fábio Setti

Vix Russel lança “BB”, o seu segundo EP

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Vix Russe participou do Red Bull Breaktime Sessions, maior concurso de bandas universitárias do Brasil, onde, com votação público, se consagrou vencedora. Como prémio, a artista gravou um EP, com quatro faixas autorais, nos estúdios da Red Bull, em São Paulo. O trabalho está disponível em todas as plataformas de streaming e no seu canal no YouTube.

O EP demonstra a versatilidade musical da artista brasiliense, com batidas e rimas próprias, que carregam fortes influências rítmicas e vocais do gospel, R&B, pop e, sobretudo, de muita brasilidade.

A produção musical é assinada por Jojo Baby, produtor e beatmaker da capital federal brasileira e parceiro artístico de Vix. “Os beats do Jojo tornaram tudo mais rico, porque ele também é muito versátil. Essa conexão foi muito importante para a composição no estúdio”, comenta a cantora.

Todas as faixas de “BB” contam com participações artísticas especiais. Hodari, cantor e compositor conhecido pelo hit “Teu popô”, faz as guitarras em “Poolparty” e “Comigo”. Luiza de Alexandre, backing vocal de Duda Beat, gravou vocais em “Amarildo” e “Comigo”, junto de Macla, backing de Vix Russel. Já em “Antônia”, Kel e Malcolm VL colaboram com Vix, em um feat potente e sincero.

O nome “BB” surgiu da ideia de dividir a obra em duas faces. As duas primeiras faixas, mais alegres e vibrantes, revelam o primeiro “B”, enquanto as outras duas, densas e sérias, completam o segundo “B”. Vix explica a escolha: “O EP apresenta músicas que fazem as pessoas se sentirem bem e felizes, mas também possui a profundidade que a temática pede, são os dois lados”. Todas as letras e melodias foram compostas e produzidas na semana de gravação, que ocorreu em novembro do ano passado.

A identidade visual, feita pelo fotógrafo Fábio Setti, retrata a dualidade do trabalho. A capa é fragmentada em duas faces, que representam os ciclos da vida, ora densos, ora mais leves. As cores e texturas representam este contraste. As fotografias analógicas, por Ísis de Oliveira, propõem um resgate: a fotografia analógica como um outro processo e relação com o tempo. Fábio e Ísis buscaram a duplicidade também na imagem, tanto digital, quanto analógica.

Vix conquistou a vitória no Breaktime Sessions através de forte apoio da cena artística do DF, de seus fãs e conhecidos, contabilizando cerca de 5 mil votos. Por ser a única finalista negra do concurso, a compositora abordou a temática da negritude na obra: “Na hora de compor pensei que estes espaços, geralmente, não são ocupados por pessoas como eu, por isso resolvi escrever sobre o tema”.

Nascida no interior de Goiás e criada em Brasília, a cantora e compositora, de 22 anos, iniciou o seu processo musical na infância, mas só voltou a cantar no quinto semestre de graduação em Jornalismo, na Universidade de Brasília. Lançou, em janeiro de 2019, o trabalho de estreia, o EP “Guias”, com seis faixas. A música “Preta” se destacou, alcançando mais de 50 mil visualizações no spotify. Vix Russel é artista da Obi, selo e produtora de cultura Hip Hop do DF.

Relembramos-te que a BANTUMEN disponibiliza todo o tipo de conteúdos multimédia, através de várias plataformas online. Podes ouvir os nossos podcasts através do Soundcloud, Itunes ou Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis através do nosso canal de YouTube.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB